“Crise é vitamina para quem tem determinação”

 

Ítalo- Como a Globalização de Mercados chega aqui na sua empresa instalada em BD?

Gilberto- Encaro isso como uma grande vantagem que nós tivemos para abertura dos mercados. Assim conseguimos expandir os negócios, mas o que tenho percebido nos últimos dois anos é que há uma tendência de alguns setores da economia voltar a ficar regionalizado. Motivo: a concorrência. No meu caso não é tanto, mas, a gente vê que em outros setores acontece muito isso. Veja o mercado alimentício, são poucos fornecedores, se for considerar Minas Gerais pode contar nos dedos aqueles que têm produtos de frente de linha. Temos muitos produtos básicos, com pouco valor agregado.

Ítalo- A matéria-prima de seu negócio vem de longe, como vocês contornaram essa dificuldade ?

Gilberto- O que deu início à Plastibom foi justamente a necessidade de um atendimento profissional. Observamos muita reclamação dos fornecedores que às vezes por falta de embalagem não era possível a entrega do seu produto. Começamos a observar essa deficiência e realizamos uma pesquisa em Nova Serrana, com elevado consumo de embalagem para calçado. A Plastibom iniciou em uma pesquisa feita apenas lá, onde vimos que era viável implantar uma fábrica de embalagens. A região tinha necessidade de fornecedores de embalagens e como na época tinham poucos, assim como hoje ainda não são muitos, o cliente era praticamente obrigado a submeter às condições dos fornecedores. Foi nesse momento que eu percebi, apesar de estarmos iniciando, era possível atender os nossos clientes .

Ítalo- Tanto para operar quanto para a manutenção você precisa de mão-de-obra especializada, isso foi uma dificuldade para sua empresa ?

Gilberto- Podemos considerar que isso é uma das maiores dificuldades. Bom Despacho é uma cidade pequena onde não temos muitas indústrias. Assim as pessoas não têm curso de especialização. É uma necessidade para que os governantes da cidade olhassem e investissem. Temos poucas indústrias, porém são de porte relevante, requerendo mão-de-obra especializada.

Ítalo- Quais as oportunidades que você vê em nossa região ?

Gilberto- Eu vejo uma oportunidade muito boa que é investir na produção de alimentos. A Plastibom tem 75% de sua produção para atender esse setor. Produtos da linha diet poderiam atrair inúmeros consumidores.

Ítalo- O que é para você uma pessoa empreendedora ?

Gilberto- Que tem persistência, serenidade. Uma pessoa que realmente quer, ela consegue estar no meio do negócio e observar aquilo que é vantagem, aquilo que é desvantagem,aquilo que é positivo,o que é negativo. Certa vez eu li que “a crise é vitamina para quem tem determinação”.

Ítalo- Há se eu soubesse quinze anos atrás…

Gilberto- Trabalhar com pessoas,conhecer as fraquezas e as potencialidades das pessoas. Com certeza iria fazer uma grande diferença. Já perdi ótimos profissionais ou deixei de contratar excelentes profissionais por não conhecer as pessoas. Por não saber diferenciar o positivo do negativo das pessoas, por intolerância. Nós vamos ficando mais velhos, vamos reconhecendo esses pontos, temos mais tolerância, adquirindo conhecimentos e vemos que o ser humano é muito diferente um do outro,seja do mesmo sangue, da mesma raça, é totalmente diferente.

Ítalo – Mensagem final

Gilberto- Eu só queria passar para as pessoas que ao iniciarem um trabalho, tenham vontade, se houver determinação, que invistam a fundo. Nós temos boas possibilidades, perspectivas de negócio que estão aí e não estão sendo aproveitadas em Minas, o que não acontece em outros lugares que estão anos-luz à nossa frente.

 

Rápidas e Rasteiras:

BD a Martinho Campos, cadê a conservação da estrada?: A estrada entre Santo Antônio do Monte e Lagoa é estrada estadual e é conservada, entre a BR-262 e Moema, a mesma coisa, em ambas existem placas falando da conservação feita pelo DER-MG, já a estrada entre BD e Martinho Campos não é assim, encontra-se em estado lastimável, vale lembrar que essa é uma das principais vias do sul ao norte do Estado de MG, esqueceram de nós?

Vencemos o sub-23 em Lagoa, agora o ciclismo vai desembarcar em Congonhas: Bruno Manoel ficou em 3º na categoria Júnior e o Caio em 1º na sub-23, esses foram os resultados do ciclismo em Lagoa da Prata, dia 03 de agosto tem competição em Congonhas, serão mais de 15 atletas de BD, maiores informações com o Caio da Metalbike (tel. 3522-6012).

Eleições 2008 – 19 municípios em MG com 1 candidato a prefeito apenas: será que BD será o único sem candidato ? A política na cidade anda devagar, não se vêem muitos carros de som, santinhos e qualquer outra manifestação. Quando a situação dos 2 “prefeitáveis” se resolver junto ao TRE-MG, fica aqui a sugestão de alguma rádio na cidade promover debate político ao vivo, garantia de audiência.

Museu da Cidade: de 1998 a 2008, o Museu da Cidade recebeu mais de 12000 visitantes, principalmente crianças e jovens de Bom Despacho e cidades vizinhas. Periodicamente, a diretora do Museu, Nilce Coutinho Guerra, renova o visual da exposição, despertando a curiosidade e o interesse pelo acervo de peças e objetos de valor histórico, arqueológico e artístico.Colabore com o Museu, fale com o empresário Júlio Benigno (tel. 3522-2553).

Posts Relacionados

Deixe uma resposta