images

Cartaz do Filme: Os Homens que Encaravam Cabras

 

No filme “Os Homens que Encaravam Cabras”, os protagonistas procuram desenvolver uma forma de combinarem técnicas militares atuais com disciplinas místicas de domínio da mente, do corpo e do espaço. George Clooney, ator principal, chega a encarar uma cabra para poder dominar sua mente. Estórias a parte, o assunto agora é sério. Como que o atual Governo Municipal saiu de encarar cabras (ou um Bode) para partir para o ataque e colocar a cidade de Bom Despacho de volta nos trilhos.

Esta semana o Governo Cabral completa 100 dias. Com 35% do eleitorado nas últimas eleições, opositores não lhe faltam. Quem ganha? Se for uma oposição inteligente e democrática, todos ganham. Abaixo trechos da minha entrevista com o Sr. Prefeito Fernando Cabral, realizada no dia 08 de abril de 2013:

Coutinho: O que está sendo feito sobre irregularidades dos Governos anteriores na Prefeitura de Bom Despacho? Haverá punição?

Prefeito Cabral: O Município não tem meios legais para aplicar punições administrativas a ex-prefeitos e ex-servidores. Somente os tribunais de conta e a justiça podem fazê-lo. Isso dito, confiamos que haverá punições sim. As irregularidades são muitas e são graves. O prejuízo financeiro causado ao Município é enorme. Mas, há um prejuízo mais grave do que o financeiro: são os serviços que o cidadão deixou de receber por causa de um mau governo. Também por isso confio que haverá punição.

 

Coutinho: Existe uma expectativa muito grande quanto ao seu Governo, referente ao plano de Governo apresentado no momento das eleições. O que está sendo feito em termos de planejamento para atendimento desse plano?

 

Prefeito Cabral: Estamos detalhando os planos para executá-los em sua totalidade até o final do mandato. Ao mesmo tempo, estamos equacionando as dívidas, racionalizando os gastos e melhorando a receita. Dessa forma temos certeza de que, a despeito das dificuldades iniciais, faremos o que nos comprometemos a fazer. Tornaremos realidade o nosso plano de governo.

 

Coutinho: A cidade encontra-se em níveis calamitosos de segurança pública e saúde pública. Como governante o que tem sido feito em conjunto com a sociedade e suas instituições (polícia, associações, etc) para minimizar esses problemas?

 

Prefeito Cabral: Temos tomado muitas medidas nas duas áreas. Na saúde, estamos reformulando e ampliando os PSFs, temos mantido um trabalho de cooperação mútua com o Lactário (Santa Casa) visando resolver as pendências que ainda existem com o Pronto Atendimento e estamos enfatizando a medicina preventiva em detrimento da medicina curativa. Não adoecer é mais importante do que curar a doença. Vem daí, por exemplo, a grande energia que temos dedicado ao combate à dengue. É o nosso projeto de dengue zero a partir de 2014. Quanto à segurança pública, mandamos instalar mais de uma centena de postes de luz, já encomendamos quase mil lâmpadas novas, limpamos alguns pontos de tráfego e estamos urbanizando algumas regiões, como o Rosário II. Ao mesmo tempo, fizemos tratativas com as polícias Civil e Militar para melhorarmos a efetividade da ação policial. No momento, os maiores projetos para ação conjunta são a reconstrução da cadeia pública, a construção da nova sede da Polícia Civil (um projeto da própria polícia, que conta com nosso apoio), e a construção do prédio da 50ª Cia da Polícia Militar.

 

Coutinho: Como opositor e vereador o Sr. foi muito atuante na gestão municipal anterior. Agora, estando dentro da máquina administrativa, como o Sr. enfrenta as dificuldades e desafios do dia-a-dia? O que tem sido feito em termos de Gestão?

 

Preceito Cabral: Levaremos um ano e meio para colocarmos a administração nos eixos. Isso passa pelo reequilíbrio das finanças. Mas esse não é o aspecto mais importante. O aspecto mais importante é requalificar todos os servidores e nomear servidores novos. Para requalificar, criamos a Escola de Formação do Servidor., que já está em funcionamento. Até o momento, já treinamos cerca de 200 servidores no uso de algumas ferramentas de informática. Também já pagamos palestras e cursos para mais de 50 servidores em Belo Horizonte, Divinópolis, Formiga e outros lugares. Atualmente, nove estão matriculados em um curso de seis meses voltado para a gestão pública. Mas, tão ou mais importante do que isso, é que faremos um concurso para GESTOR PÚBLICO MUNICIPAL. Esse é o maior gargalo da administração pública de Bom Despacho: ela não tem gestores profissionais. Até o final do ano realizaremos o concurso e poderemos contar com servidores de altíssimo qualificação. A abrangente formação acadêmica dos novos servidores, combinada com a larga experiência dos antigos servidores nos permitirá revolucionar a gestão pública em Bom Despacho. Em dois anos nossa cidade terá a melhor gestão do Estado de Minas. Nossos servidores, requalificados e com liberdade profissional, construirão uma nova Bom Despacho. Essa nova gestão, baseada em mérito, competência e dedicação será a maior herança que nossa passagem pela prefeitura deixará para Bom Despacho.

Coutinho: Como serão os próximos 1360 dias (quando finaliza o mandato) ? Qual o seu estilo de governar e liderar um município importante com Bom Despacho/ MG?

 

Prefeito Cabral: Serão 1.360 dias de muito trabalho, isso eu garanto. Mas serão também 1.360 dias de sucessivas melhoras. Acabaremos com o lixão, reformaremos todas as estradas do município, pavimentaremos todas as ruas, pavimentaremos a estrada do Pica-Pau, reformaremos todas as escolas. A saúde e a educação serão exemplos.

 Opinião do Colunista: o Governo do Prefeito Fernando Cabral precisa estabelecer periodicamente relatórios e discussões das suas ações, com isso a população tomará conhecimento do que está sendo feito e poderá não somente cobrar mas também contribuir, pois no final todos ganhamos.

Painel

“CADA SEXTA UMA HISTÓRIA”: uma história puxa a outra e a emoção não vai faltar… As professoras da Educação infantil do Praxedes estão desenvolvendo um belíssimo projeto de contação de histórias. Toda sexta-feira as crianças da Educação Infantil e uma turma do Ensino fundamental se reúnem no pátio da escola para ouvirem as histórias. As professoras se revezam para trazer alegria e emoção nas histórias contadas. Podem contar histórias também, os pais dos alunos, avós, tias e funcionários da escola. Após cada história, atividades como dramatizações, músicas, danças, pinturas e recontos orais acontecem. Quando ouvimos uma história, nos transportamos para ela, afinal sentir-se um príncipe ou princesa, uma bruxa ou fada, um pássaro ou um gigante, atiça a fantasia e a emoção é garantida. Nossas sextas estão cada dia mais emocionantes e  mais emocionante ainda, é ver e sentir o quanto a literatura é imprescindível na formação de cidadãos críticos, construtivos  e felizes. O importante mesmo é viajar…

Viajar no maravilhoso mundo das histórias.

Criar e recriar novas histórias pois quem conta uma história… Abre portas e janelas para a grande alegria de ser criança!

praxedes 01 112

Texto: Lucinha Gontijo- Supervisora Pedagógica da E. M. Cel. Praxedes 

Opinião do Especialista:

Como o produtor rural pode se beneficiar da energia solar? 

No Brasil temos um índice de insolação bastante favorável aos projetos solares para geração de energia. Para o produtor rural, devido à facilidade de instalação, mobilidade e acessibilidade dos sistemas de geração  de energia através de painéis fotovoltaicos,  a aplicação e o uso desta tecnologia nos próximos anos poderá influenciar positivamente na sustentabilidade do agronegócio e na melhoria da qualidade de vida da população rural do Brasil.

Com pelo menos 5 horas mínimas de radiação solar diárias, a viabilidade de projetos de geração de energia para o homem do campo foi compravada em outros países e este fato deverá se repetir no Basil, onde nos encontramos num momento inicial de aplicação desta interessante tecnologia, que contribui com a sustentabilidade da vida de maneira geral.

Fale com o especialista: Edvaldo Laudares – edlaudares@gmail.com

100 dias na Câmara Municipal: semana que vem vou trazer um retrospecto da atuação do Poder Legislativo Municipal. Parabéns ao Setor de Comunicação da Câmara que semanalmente tem nos enviado um resumo da atuação da sua Presidência e Vereadores.

Ética é ponto de vista: Para ser Ético basta dizer não e agradecer convites. Não precisa ficar com insinuações maldosas descabidas e nem plantando a sementinha da discórdia. Tem muita gente fora do Governo Municipal (por opção) e que fica com dor de cotovelo. Promover eventos de reunião das partes interessadas e melhorar a comunicação com os órgãos de impressa local, tudo isso é sinal de respeito com os munícipes e aplicação direta do Estado Democrático.

Agradecimentos: No mês de março tivemos semanalmente na coluna a presença do pessoal do Leo Clube. Quero agradecer a todos que contribuíram, em especial a presidenta Laura Andalécio. No mês de abril será a presença da Escola Coronel Praxedes e suas atividades. Também agradeço a Psicóloga Cláudia Mara que muito abrilhantou a seção Fale com o Especialistas com seus textos esclarecedores. A partir deste mês teremos a presença do Engenheiro Edvaldo falando sobre aplicação da Energia Solar e outras formas de energia para produtores rurais, pequenos estabelecimentos e indústrias de médio porte.

 

32c288b 

Engenheiro e Consultor de Energia: Edvaldo Laudares

claudia 

Psicóloga Cláudia Mara 

Posts Relacionados

One thought on “100 dias: entrevista com o prefeito Fernando Cabral

Deixe uma resposta