O texto de hoje é parte do artigo de Paul J. H. Schoemaker, escritor do livro “Brilliant Mistakes: Finding Success at the Far Side of Failure”, sem edição no Brasil, o que seria algo sobre como achar o sucesso bem ao lado das falhas. Pois bem, a ideia original é bem polêmica mas traz à tona 6 hábitos importantes para um liderança estratégica. Não basta ser apenas líder e conduzir, é preciso saber para onde levar os seus liderados.

Chefe, líder, gerente, não importa o nome, uma hora você terá (se já não tem) a responsabilidade de conduzir uma equipe. Nesse momento é crucial que se pense além do óbvio, mas faça o óbvio, pois é ele que deixamos de fazer e acabamos nos perdendo nas atribuições.

Antecipar: previsões e tomadas de decisão bem antecipadas podem beirar a loucura, principalmente em atividades de alto risco econômico. Mas, com as informações adequadas, a tempo e a hora, é uma potente arma para ver ao longe e se preparar no agora.

 

Pensar Criticamente: não existe uma única resposta como não existe uma única explicação. Argumentos e fatos devem conviver amistosamente e saber que uma análise crítica de cenários bem feita pode conduzir os trabalhos com mais rapidez e eficiência, melhorando os processo no caminho, não no fim dele (se chegar lá).

 

Interpretar: uma informação não nos chega aleatoriamente. A mensagem percorreu um longo caminho, precisou de um bom processo de comunicação e agora a sua interpretação e entendimento é que será o limiar entre sucesso e derrota. Sinais devem ser ouvidos, preconceitos devem ser extirpados e uma boa interpretação é precedida de muita cautela e paciência antes de agir.

 

Decidir: sabe aquela história do “não sei o que faço: se comprou uma bicicleta ou caso”? Pois bem, não tem espaço para as pessoas que assumem cargos de liderança. Tomada de decisão é tudo e suas ações e postura trazem influência e respeito.

 

Alinhar: ou alinhavar interesses e condições para a ação. Lutar em um terreno conhecido já é muito difícil, tentar vencer uma batalha em áreas estranhas é praticamente impossível, digno de sorte. Procure conhecer pessoas, cultura da empresa, limitações, comportamentos, após isso costure um bom relacionamento alinhado com os objetivos do negócio. Aponte para onde vai dar certo, não gaste energia com muitas tentativas.

Pense nisso e bons projetos!

 

 Rápidas e Rasteiras

Sr. Otaviano e o ofício de carpinteiro: não sou o Tadeu mas vou trazer desta vez meu personagem da semana. Trata-se do Sr. Otaviano, já com seus quase 84 anos de idade e dono de muita energia e saúde. Nascido em Samonte aprendeu o ofício de marceneiro em São Paulo, capital -quase 50 anos atrás. Aqui na cidade de Bom Despacho ensinou a praticamente a todos os marceneiros da cidade que trabalhavam com ele de ajudante na Fábrica de Móveis Palmeiras. Inclusive aos irmãos também aprenderam o ofício da carpintaria e hoje trabalham com o mesmo afinco, já passando o aprendizado aos  sobrinhos. Otaviano  ainda trabalha com pequenas peças, já que a idade não o permite mais trabalhar como antes. Ele sabe fazer desde peças pequeninas, como mini cristaleiras ou cadeirinhas, até peças grandes, como grandes estantes e guarda roupas . Também criou muitos modelos de móveis que vemos em algumas residências. Mesmo lhe faltando um dedo, perdido devido à profissão, nada o abala. Continua realizando seus trabalhos como sempre!

 

Na foto Sr. Otaviano e sua netinha

Melhor idade: nossa cidade já conta com diversos grupos de melhor idade que se reúnem semanalmente para encontros, bate papo e danças. São pessoas que buscam o divertimento sadio através dessas atividades que preechem de alegria momentos gratificantes e resgatam a juventude de áureos tempos.

 

Audiência de Saúde: realizada na última quarta-feira na Câmara Municipal. Estava bastante concorrido com a presença de vários segmentos da sociedade. Essa presença traz  legitimidade ao encontro. Nessa oportunidade foram debatidos diversos temas e também mostrado onde os recursos estão sendo aplicados.

Inadimplência das empresas cai 7% de janeiro para fevereiro : é a maior queda verificada na passagem do primeiro para o segundo mês do ano, desde 2010. Porém, no comparativo com fevereiro de 2011, houve alta de 18% no número de empresas que não conseguiram honrar seus compromissos.

 

Abate de bovinos registra queda de 1,6% em 2011: segundo o IBGE, os preços altos da carne bovina no mercado interno e o aumento do consumo das carnes de suínos e aves indicam que o consumidor pode ter substituído parcialmente o consumo por produtos com preços mais acessíveis.

 

Índice que reajusta aluguéis sobe 0,43% em março: o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) reverteu a queda que havia sido registrada em fevereiro (-0,06%). Em 12 meses, houve elevação de 3,23%. A taxa medida pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas serve de base para o reajuste dos aluguéis

Mensagem via Linkedin: “…acompanho contantemente sua participação no JORNAL DE NEGÓCIOS e acredito que a população da cidade tem muito a aprender com suas informações. Parabéns. ” Escreveu o leitor e bondespachense honorário Flávio Pereira da Silva.

Bombas na escola: segundo a TV Alterosa (do dia 29), uma brincadeira inconsequente de adolescentes com explosivos deixou quatro alunos feridos numa escola em Governador Valadares, no Leste do Estado. Os garotos deixaram uma explodiram uma bomba durante o recreio, e tinha outras quatro prontas. Na cada de um deles, a polícia encontrou mais doze. Sobrou responsabilidade para pais e para quem vendeu os artefatos, todo mundo para a delegacia. O fato me fez lembrar quando o Flávio e eu fazíamos no Colégio Tiradentes porções de pólvora: quem nos passou a fórmula (carvão, salitre, enxofre) e as proporções de cada componente, foi o Delei, funcionário da Biblioteca Municipal. Diferente da garotada de Valadares, nossa intenção era meramente educacional para entender a Química da Dona Clarete.

 

Faltam 69 dias para Bom Despacho comemorar 100 anos!

  • Mais informações sobre o Centenário em:http:www.senhoradosol.com.br
100 anos/ 100 soluções:

  • 85 – Centro de Promoção Cultural e Musical;
  • 86 – Espaço de Esportes Radicais (skate, patins, bicicross, etc).

Mande sua sugestão de 100 soluções para a cidade para o contato desta coluna, sua participação é fundamental!

 

 

 

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta