A vontade, a necessidade e o desespero

“Vai amigo

Não há perigo que hoje possa assustar

Não se iluda

Que nada muda se você não mudar …”

 

Trecho da Música “Companheiro” – Composição de  Marcelo Barra, Naire e Tibério Gaspar

 

 

O tempo de repressão vivido pelos brasileiros de 1964 a 1986 (finaliza com a volta de um civil à presidência da República) foi sem dúvida um período difícil para aqueles que clamavam por um estado democrático. Torturas físicas e psicológicas, perseguições, deportações, prisões, o Estado brasileiro exagerou na busca cega de ordem e progresso.

 

2011, trinta e sete anos após o golpe militar de 31 de março de 1964, aqui estamos para continuarmos a exigir nossos direitos. Permitir é contribuir. Se permitirmos que nossas ruas estejam esburacadas e cheias de mato, estamos contribuindo para o descaso. Se permitirmos a falta de medicamentos básicos em postos de saúde, estamos concordando e contribuindo para o desmantelamento da saúde pública. Se permitirmos salas de aula com fiação elétrica a vista, contribuímos para o desencorajamento de estudantes pelo estudo e formação.

Oportunidade não fica para depois, precisa ocorrer agora. Esperar também é uma forma de se acomodar e não rumar ao desconhecido. Rumar ao desconhecido é entender que às vezes precisamos cegamente lutar pelo bem-estar de uma população.

 

Hoje não há perigo, não temos torturas e prisões. Por isso, precisamos arregaçar as mangas e denunciar a canalhice que está à solta, a bandidagem feita por aqueles que deveriam nos proteger, a desonra de profissionais que deveriam nos dar saúde e educação.

 

Temos a vontade de um lugar melhor. Isso vem de encontro às nossas necessidades mínimas e aquelas que somamos pelos nossos desejos. Desesperar nunca. Deixar a peteca cair, jamais. Quem deve temer e ficar desesperado são aqueles que promovem e distribuem falácias e irregularidades. Não somos o país da Lei de Gerson, não queremos levar vantagem em tudo.

 

Não vamos ficar parados, vamos agir. Sigamos em frente, o Brasil precisa de nossas ações.
Rápidas e Rasteiras:

 

Comandante da PMMG no Rotary: esteve participando a convite do Rotary Club Bom Despacho-Arraial o Ten. Cel. Wagner Soares Santana comandante do 7° BPMG explicando as atividades da policia militar na sua área de atuação. O Rotary juntamente com as demais entidades e sociedade civil irão empenhar para que continue a funcionar aqui os cursos de sargento e soldados.

 

Eleição na Itambé: ocorreu no dia 22/03 a eleição que definiu a próxima diretoria da Itambé , onde o presidente e candidato à reeleição Jaques Gontijo venceu e o jovem opositor Vicente Nogueira Netto que tinha também o nosso José Antônio Cardoso Cançado (Zé do Nô) em sua chapa.Desejamos ao Jaques sucesso em mais esse mandato.

 

Prefeito de Uberaba pede a Dilma empenho para duplicar BR-262: Anderson Adauto (PMDB) pediu o empenho da presidente Dilma Rousseff (PT), presente à solenidade realizada no município, na autorização para as obras de duplicação da BR-262, entre Uberaba e Nova Serrana. O prefeito de Uberaba ressaltou a expectativa de o edital de licitação ser publicado ainda em maio no Diário Oficial da União.  A previsão foi dada pelo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Sebastião Donizete de Souza, em reunião realizada em Belo Horizonte no início de fevereiro.

 

Abertas inscrições para o Empreendedor Social 2011: com mais benefícios a finalistas e vencedores, estão abertas até 1º de maio as inscrições para o 7º Prêmio Empreendedor Social e o 3º Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro. Os concursos buscam líderes sociais que atuam de forma inovadora, sustentável e com forte impacto na sociedade e em políticas públicas. Para mais informações, inscrições e regulamento completo, acesse o site: http://www.newsdoplaneta.com.br.

 

Japão reconstrói rodovia destruída em 6 dias: as imagens dizem o recado e mensagem que quero passar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto do Antes e Depois: Agência japonesa de notícias AP

 

Dia 28 de março: vereador Fernando Cabral, Câmara Municipal de Bom Despacho, reuniu mais de 300 kg de documentos contra os atos do prefeito Haroldo Queiroz. Estando comprovados os atos ilícitos, o prefeito tem que pagar pelos seus erros. Nesta segunda, na seção plenária da Câmara, Cabral irá apresentar aos seus colegas legislativos toda a documentação reunida e convida a população para acompanhar o processo. Será uma oportunidade e tanto para conhecermos os homens públicos que temos na nossa cidade, sua lealdade com o povo e seu comprometimento com a coisa pública.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

 

Contatos para esta coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta