Quem será o campeão brasileiro de futebol em 2017? Quais personalidades vão se casar? Ou vão passar desta para uma melhor? O que acontecerá com Trump e os Estados Unidos? O Kalil conseguirá se firmar como um líder à frente da Prefeitura de BH? A Economia retomará seu crescimento?

Perguntas e mais perguntas. Comum neste final de ano. A gente sempre quer tentar prever o futuro e tentar entender quais os próximos passos. Em passado não muito remoto pessoas como Nostradamus, Mãe Diná e Baba Vanga (Bulgária, já falecida) tinham mais espaço na mídia e na crença popular.

A ideia hoje deste artigo é reunir algumas previsões, nada heterodoxas ou com fundamentos, mas vindas de amigos e pessoas do povo. Ao final do ano a gente compara e confere quem acertou. A sorte está lançada!

10 previsões feitas por especialistas de Whatsapp, amigos eternos em Bom Despacho:

Buba e família vão conhecer a Europa. O Brenão, como gostou muito dos EUA, irá voltar também! O Preto e o Itagildo irão fazer uma parceria e montar uma empresa para consultoria sistema geração energia solar. O Allan e o Ratinho irão mobilizar e propor um encontro no mês de outubro de todos amigos do Tiradentes. O Adhynan, como festeiro de sempre, vai organizar um encontro em Patos de Minas: jogo beneficente. Eu, Cabrito, terei a grande satisfação de informá-los que Deus vai me conceder mais um filho (a). O Waguinho vai ficar no mimimi quando, mais uma vez, o Cruzeiro não se classificar pra Libertadores 2018! – Wellington Cabrito, de Uberlândia/MG.

Sem nomes dentro do partido, o nome de Lula é ratificado como candidato do PT para as eleições presidenciais de 2018. – Sérgio Ratinho, de BH/MG.

A reforma da previdência não será efetivada agravando a crise política nacional. – Adhynan Rabito, de Patos de Minas/MG.

Em 2017 vamos recuperar a alegria de viver! Mais importante que Economia e Política, é o que anda faltando, sentimento nas relações, sejam politicas, comerciais ou afins. – Wagner Ninja, da Abadia/MG.

Em 2017 novas lideranças políticas surgirão com mais força pela descrença do povo com a maioria dos políticos q dominam o cenário a anos! A Direita irá voltar com forca maior, um povo que começa a enchergar que a Esquerda nao faz bem! – Jusceliano Preto, de Alberto Isacson/MG.

Em 2017 vamos estabilizar a crise mas os indicadores de pib e desemprego continuarão ruins, com suave melhora. – Ítalo, de Bom Despacho/MG.

Com o ano novo de 2017, considerando que o sensorial é sempre renovado nessa linha temporal, ao buscar a recuperação da credibilidade e confiabilidade governamental, haverá uma tendência de municipalização da política pública e cada vez mais, uma maior participação da iniciativa privada para alavancar projetos de governos, logicamente com a introdução de novos players, o que irá motivar a saída da inércia nos negócios, algumas agendas positivas e ainda umbilicar o começo da retomada do crescimento do país, que ainda será bastante tímida. – Flávio Faria, do Campinho, Luz/MG.

Com o aumento da instabilidade política o Brasil terá novo presidente. Rebaixamento do Grau de risco de investimento no Brasil. Aumento significativo da volatilidade de ativos na BM&F Bovespa. Cruzeiro no G4 do campeonato Brasileiro com grande probabilidade de ser campeão da Libertadores. – Rodrigo Buba, de Esmeraldas/MG, terra do Jiraya.

Reestruturação do Banco do Brasil diminui seus custos e torna a empresa mais forte e valorizada através do investimento em negócios digitais. – Vivi Resendona, de Brasília/DF.

Após crescimento desordenado, Rede Federal de Educação Tecnológica sofre com redução de investimentos. – Itagildo Garbazza, de Bambuí/MG, cidade do menino Isrila.

Quem será que acerta?

Nos vemos em 2017, será um ano emocionante!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta