Qual a saída para transformarmos o Brasil em uma grande nação? A resposta se resume em uma palavra: Educação. Os poderes Federal, Estadual e Municipal estão atentos a essa necessidade. Sabendo disso, e fazendo uso de algo que já acontece em universidades corporativas da iniciativa privada, tem criado escolas para prepararem o servidor.

Recentemente tive a oportunidade de entrevistar o Secretário de Administração, o Sr. Denis Carvalho. Veja a seguir os principais pontos que conversamos:

 

ÍTALO: O que propõem a Escola do Servidor Público?

SECRETÁRIO: Busca tratar da formação geral do servidor público municipal em consonância com os princípios éticos e ações estratégicas vinculadas a programas de governo, visando à otimização na prestação dos serviços públicos. Dentre outros objetivos, que podem ser conhecidos pela Lei nº 2.345, de 12 de setembro de 2.013, que dispõe sobre a organização da Escola de Formação do Servidor Público Municipal de Bom Despacho (EFESP).

 

ÍTALO: Além de BD, existem outras iniciativas semelhantes?

SECRETÁRIO: Existem sim. A maioria no âmbito Federal e Estadual​. Atualmente, dos mais de 5 mil municípios somente 47 tem Escolas de formação Municipal (fonte ENAP).

 

ÍTALO: Como os servidores têm recebido esta iniciativa? Até o momento quantos profissionais já foram treinados? ​

SECRETÁRIO: Para o servidor essa é uma grande iniciativa. Alguns Servidores relatam que em 30 anos de Prefeitura nunca tinha feito um curso. Foram mais de 50 mil horas em treinamentos entre 2013 e 2014. ​

 

ÍTALO: Quanto o Município tem investido? Qual o resultado esperado e como será alcançado (economias, eficiência, etc)?

SECRETÁRIO: O município já investiu mais de R$ 500 mil na EFESP. Esperamos que com a formação contínua possamos melhorar e facilitar a vida do cidadão, aplicando bem os recursos, comprando com maior qualidade e pelo menor preço, fazer um atendimento de excelência, tratando o cidadão da forma que merece. Qualificar os Servidores para fazer gestão pública.

 

ÍTALO: Como empresas da Cidade podem colaborar para a Escola do Servidor?

SECRETÁRIO: ​As empresas podem contribuir patrocinando os eventos da EFESP (já vem fazendo isso) ​e aquelas da área de educação podem disponibilizar instrutores para a formação dos Servidores.

 

alunos_efsp

Matues Couto lecionando o Treinamento de Segurança e Higiene do Trabalho na EFESP

Posts Relacionados

Deixe uma resposta