Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, tem se firmado como um importante centro produtor de cerveja artesanal. Comparado a países como Alemanha, onde cada cidade tem sua cerveja, ainda estamos engatinhando. Mas as cervejas por aqui produzidas têm ganhado prêmios em todo o mundo.

Outras cidades de Minas acompanham esta onda e lançam suas marcas. É o caso de São Gonçalo do Rio Abaixo, que fica a pouco mais de 120 km da capital mineira. A cidade sedia a fábrica da Prussia Bier, marca de cerveja que produz tipos variados da bebia, criados pelos proprietários. Além da venda em locais estabelecidos, grande parte é comercializada em feiras e eventos de gastronomia.

Por falar nesses eventos, eles são sempre muito bem organizados, com boa música e traz diversas marcas de cervejas e comidas típicas. Acontecem geralmente em uma praça, com amplo espaço para os participantes, estacionamento, brinquedos para crianças. As marcas de cerveja podem testar sabores e coletar na hora a opinião do público.

Mas como construir uma fábrica de cerveja? Primeiramente é preciso muito planejamento e identificar no mercado o que ainda não existe e poderia ser explorado. Vai desde a escolha dos sabores e do tipo da cerveja, passando por estudos da marca e sua ligação loca. Já pensou numa cerveja feita com a água da Biquinha? Ela poderia se chamar Mariquinha, por que não?

Os kits para produzir cerveja em casa são facilmente adquiridos em lojas especializadas e também pela internet. Montar uma microcervejaria, com intuito de comercializar, isso levaria uns 8 meses e um investimento inicial por volta de R$600 mil. Sem falar nos meses antes de forte pesquisa e estudos.

Por favor em bebidas, um brinde a equipe empreendedora da Prefeitura pelo prêmio alcançado esta semana no SEBRAE-MG!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta