O “mi mi mi” está a solta. Tem aqueles que são a favor dos radares móveis ou fixos. Existe uma outra corrente que é contra e busca argumentos cabulosos. Bom Despacho tem de uma ponta a outra no máximo 10 km. Entre o Posto Primavera (BR 262) e o Sesc (na saída para Martinho Campos) são 9,1 km. Imaginando um carro a 40km/hora, ele demoraria 15 minutos. Considerando um trânsito médio de congestionamento, chegaremos aos 21 minutos, o Google Maps não me deixa na mão. Veja:

imagem_italo_trajeto

Fica a pergunta: para que correr? Por que acelerar o carro a 80 ou 100 km/h?

O Pateta, personagem da Disney, no desenho animado que completou mais de 60 anos de idade, já mostrava a nossa Síndrome de Senhor Motorista. É preciso afastá-la, os acidentes no trânsito têm aumentado.

A Organização Mundial da Saúde – OMS, diz em sua pesquisa: um pedestre tem menos de 20% de probabilidade de morrer se atropelado por um automóvel que circula a menos de 50 quilômetros por hora, mas quase 60% de possibilidade de morrer se atropelado a 80 quilômetros por hora.

Outras informações interessantes, a mesma pesquisa apontou que o uso de capacete pode reduzir em quase 40% o risco de morte e em 70% o risco de lesões graves, enquanto utilizar o cinto de segurança reduz o risco de morte entre os condutores e passageiros dos bancos dianteiros entre 45% a 50% e o risco de lesões leves e graves entre 20% a 45%, respectivamente.

Passageiros dos bancos traseiros, as informações da OMS dizem que o uso do cinto de segurança reduz o número de mortes e de lesões graves em 25%, enquanto a redução de lesões leves pode chegar a até 75%. Cadeirinhas para bebê reduzem a probabilidade de um acidente fatal em cerca de 90% no caso de bebês e entre 54% e 80% no caso de crianças pequenas.

Nas principais capitais do Mundo a velocidade tem diminuído, para favorecer o uso de bicicletas e aumentar a segurança no trânsito. O mapa a seguir demonstra esta realidade e tendência mundial:

imagem_italo_trajeto2

Que venham mais radares, que venham as blitzes da Lei Seca, que muita gente seja multada e presa, afinal, vai temer quem estiver marginal à Lei. Quem conduzir com segurança seu veículo e quem transporta, não irá sofrer com a implantação de medidas como essas.

Fonte: O Estado de São Paulo; OMS – Organização Mundial da Saúde; Google Maps

Posts Relacionados

Deixe uma resposta