Controles eficazes existem para que a raposa não tome conta do galinheiro

 

O que controles na democracia, nos nossos negócios e nas associações com fins sociais têm em comum? Controlar é a ação de estabelecer procedimentos que avaliem resultados de um processo qualquer e caso fujam ao esperado possam ser corrigidos por planos de ação e outras medidas.

Em cidade pequena no interior de Minas Gerais, o órgão que legisla e fiscaliza o poder executivo encontra-se esfacelado e sem forças contra as artimanhas do prefeito. A câmara municipal dessa cidade conta com minoria para fazer oposição (leia-se fiscalizar) ao prefeito e suas calhordices. Ali a raposa toma conta do galinheiro e faz a festa.

 

Recentemente 2 empresas, uma do ramo de construção e outra de tecnologia da informação, deixaram de usar sistema informatizado de controle financeiro empresarial para voltar com o livro caixa e planilhas eletrônicas. Assim, fraude, inconsistência de dados, caixa 2, atraso no pagamento de contas, erro no pagamento de impostos e muito outros males, aproveitam e chamam a raposa para assar vários galetos.

 

Quantas e quantas histórias já ouvimos de clubes esportivos, sociais, entidades de classe, associações, que deixaram o controle da instituição na mão de uma pessoa dita de “confiança” e de repente esse indivíduo começa a adquirir bens além de sua renda familiar mensal? Isso já aconteceu, está acontecendo e vai acontecer toda vez que houver complacência e negligência dos associados. Para somar aos ditados, o que engorda o boi é o olho do dono, nesse caso, o que não esvazia os cofres é a presença dos associados.

 

Sempre irá surgir uma nova forma de burlar a sistemática de controle imposta pelas organizações. Mais uma vez o que resolve é o simples: conferir o executado, ir até o local de onde tudo ocorreu e avaliar se os custos empenhados estão corretos e aplicados devidamente. Não somar esforços para estabelecer uma rotina de controle do controle, pessoa de confiança é sempre bem-vinda, mas não só isso resolve, um terceiro olhar sobre tudo o que ocorre é importante para afastar os vícios e aquilo que parece comum e correto.

 

Algumas dicas que valem a pena serem seguidas:

1 – O comodismo favorece o controle ineficaz: não deixe que pensem que não estejam sendo avaliados, verificados e controlados.

2 – Confiança é tudo, mas no mundo dos negócios, profissionalismo e ética valem mais.

3 – Rotina ajuda a afastar abutres e esconder maracutaias.

4 – Fique próximo, não se afaste do controle dos seus negócios.

5 – Informatize, mas não confie totalmente, relatórios sintéticos sempre seguidos de analíticos.

 

Para o exercício da Democracia é preciso mais: educar o povo para saber votar e escolher seus candidatos. Jamais esquecendo de fiscalizar as ações dos homens públicos. Chega de permissividade, o Brasil precisa crescer e

 

 

Rápidas e Rasteiras:

 

Escola Estadual Coronel Robertinho: conquistou o quinto lugar no PROALFA-2010 (Programa de Avaliação da Alfabetização) dentro da Superintendência Regional de Pará de Minas que congrega 20 municípios. A destacada Escola conta hoje com cerca de 1000 alunos e sem dúvida é uma referência no ensino de nossa cidade.Parabéns a direção,professores, colaboradores e alunos que fazem parte desta importante conquista na busca de uma educação melhor.

 

Mata a cobra e mostra o pau: o Rotary Club Bom Despacho-Arraial entregou esse ano mais de 500 Kit Escolares para alunos da rede estadual dentro de um programa do clube chamado Rotary na Escola.Esse programa já é um trabalho tradicional que conta com a colaboração de diversas pessoas de nossa cidade  visando levar material escolar objetivando incentivar crianças e jovens a estudarem.Cumprimentamos ao rotarianos pelo trabalho e incentivo a educação.

Na foto: Alair (Rotary), Dinha (diretora da Escola Estadual Martinho Fidelis), Ricardinho (Rotary)

 

Mata a cobra e mostra o pau II: carta da leitora – “Agradecemos a especial atenção dispensada. Informamos que além das rotinas diárias da ADSBD, ocorreu no dia 15/02 a 2ª Coleta de Amostras para Cadastro de Doação de Medula Óssea sendo coletadas 412 amostras (a meta era 400); dia 17/02 encaminhamento de 30 doadores à Divinópolis (para pacientes internados fora de Bom Despacho), e dia 19/02 realização da 14ª Coleta de Sangue em Bom Despacho, quando foram coletadas 169 bolsas (a meta era 150). Estamos à disposição, caso queira nos visitar.” – Margarida Maria de Jesus de Lelis (Presidente da ADSBD)

 

A foto mostra a sala de doação da ADSBD repleta de voluntários

Novas traquitanas voadoras: Santos Dumont iria se preocupar com o número crescente de chegada de novos ultra-leves à cidade. A expectativa é de que cheguem mais 2 aeronaves. Sem controle aéreo no que é chamado aeroporto, pedimos que os Santos olhem por nossas cabeças!

 

Aquele alô: essa semana vai para o professor Dorvelino Alves de Azevedo, da DIFUSORA-AM (1.540 Khz), que inclusive fez aniversário natalício dia 14 último. Também para o seu fiel repórter, tio do meu amigo Geraldo Motoca, o jornalista-repórter (profissional mesmo) João Batista de Oliveira, popular “JB”.

 

Saletto e a obra do CCBB: a presidenta Dilma Roussef declarou na semana que se passou que pretende ter um escritório em BH. Por coincidência o local escolhido será o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde a empresa bondespachense Saletto Engenharia de Serviços está desenvolvimento planejamento da obra civil (cronogramas, histogramas, custos).

Próxima semana: quando o discurso é um e a prática é oura. Os impactos na nossa vida e de nossas empresas quando não temos firmeza nas nossas atuações. Mande sua participação para o contato da coluna.

 

 

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

 

Contatos para esta coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta