Somente no mês de outubro desse ano, 180 mil trabalhadores requisitaram o saque ao seu FGTS por dispensa sem justa causa. Os dados do governo não consegue nos mostrar com maior clareza mas o que se tem percebido é o crescente número de profissionais que ficam pouco mais do tempo suficiente para sacar seu FGTS e fazer uso do seguro desemprego.

É uma prática muito comum na construção civil: o profissional trabalha por um período, pede sua demissão, ou “cava” uma situação para ser dispensado, fica 5 a 6 meses vivendo de seguro desemprego e trabalhando sem carteira assinada ou em atividades informais. Infelizmente ainda existem empresas que aceitam essa condição de contratar profissionais que estão no período de gozo do seguero desemprego.

Pior ainda, como as ofertas de trabalho são maiores que as demandas, principalmente para atividades primárias na produção, construção civil e outros setores básicos da nossa economia, os profissionais escolhem onde querem trabalhar. Ficam pulando de emprego em emprego para ganhar pouco mais, para trocar de chefia, aproveitando o aquecimento do mercado.

Tudo é cíclico, um dia é da caça e outro é do caçador. Hoje muitos profissionais do tipo pula-pula aproveitam essa condição e usam da má-fé para nos empurrar serviços de baixa qualidade, ficamos reféns de uma situação crítica.

Pense nisso e bons projetos!

Rápidas & Rasteiras

 Leishmaniose visceral: nos últimos meses diversos animais foram sacrificados na cidade apresentando a doença. Aconteceu na sua família? Você vacina seu cão? Trata-se de uma grave doença que tem demonstrado crescimento de casos em Bom Despacho.

Festival de Futebol:  no último final de semana foi realizado com muito sucesso o Festival de Futebol que animou a comunidade do Capivari dos Macedos. Foram dois dias com um belo futebol apresentado. Parabéns aos organizadores.
Ação Rotária: a Secretaria Municipal de Ação Social também foi parceira neste evento.
Chácaras: quem visita Bom Despacho se admira com diversas coisas, uma delas a quantidade de prédios nas áreas centrais e mais recentemente com a quantidades de chácaras em nosso entorno.Tornou-se um grande negócio fazer esse tipo de empreendimento e a população por outro lado quer aproveitar os benefícios e a tranquilidade da zona rural. Investimentos em infra-estrutura são importantes: não vamos estragar os córregos, matas e refúgios de pequenos animais que ainda restam no município.
Asfaltamento: a prefeitura através de recurso do governo do Estado está prestes a concluir essa etapa de asfaltamento em diversas ruas dos bairros São José e Jardim América. Ficaram faltando algumas vias que a comunidade espera que seja ser atendida em breve. Repito: vamos ficar de olho para que não seja apenas uma molhada de piche e sim um serviço bem prestado com o dinheiro de todos nós bondespachenses.
Aprendizado da semana: não fique com medo da mudança, se for bem planejada e estudado seus impactos, poderá se tornar favorável às suas iniciativas atuais e futuras.

Votação do Código Florestal é concluída com a aprovação de cinco destaques: após dois dias de discussões e sob protestos de um pequeno grupo de manifestantes, a Comissão de Meio Ambiente do Senado aprovou hoje o substitutivo do novo Código Florestal. Dos 77 destaques apresentados, foram aprovados cinco. O mais importante diz que não podem ser consideradas consolidadas áreas de preservação permanente que estiverem dentro de unidades de Conservação de Proteção Integral.

Faltam 188 dias para Bom Despacho comemorar 100 anos!

  • Mais informações sobre o Centenário em:http:www.senhoradosol.com.br
100 anos/ 100 soluções:

  • 51 – Mais locais para receber pilhas, celulares, baterias, equipamento eletrônico para reciclar;
  • 52 – Ensino de música e artes com profissionais locais em todas as escolas.

Mande sua sugestão de 100 soluções para a cidade para o contato desta coluna, sua participação é fundamental!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta