Quantas vezes ficamos horas na fila dos hospitais, seja público ou plano de saúde, aguardando um atendimento? A dificuldade é parecida quando vamos marcar uma especialidade médica para dar início ou continuidade a um tratamento.

Tempos atrás no Rio de Janeiro dois amigos resolveram montar um clínica popular privada para atender dentro de uma comunidade carioca. No início foi uma surpresa para a população, como poderia dar certo pagar um preço menor que as consultas convencionais e ser bem atendido? Tudo isso deu tanto certo que os amigos viraram de donos da ideia para franqueadores da solução de clínica popular privada.

Paulo Henrique e Gabriela tiveram a mesma intenção. Montar em Bom Despacho um espaço que pudesse praticar um preço justo e atender toda a cidade com consultas de qualidade e constantes. Criaram o Dr. Saúde. O jovem casal empreendedor não começou ontem, há pouco mais de um ano se planejaram para empreender.

Neste artigo converso com o Paulo Henrique, médico na cidade e trabalha na clínica popular.

Ítalo) O que é a ideia de vocês?

Dr. P.H.) A proposta da clínica popular é muito simples: oferecer atendimento médico particular e de qualidade sem cobrar preços exorbitantes. Trata-se de uma nova opção para quem não tem condições de pagar as altas mensalidades dos convênios ou de arcar com os custos de uma consulta particular  e nem esperar muito tempo por atendimento.

Ítalo) De onde vocês tiveram esta iniciativa?

Dr. P.H.) No Brasil vem acontecendo um fenômeno diferente, que nós não esperávamos: com a crise e o desemprego, as pessoas começaram a perder os planos de saúde. Elas estão descobrindo que existe uma alternativa fora do SUS, com atendimento digno, com qualidade, agilidade e por um preço que elas podem pagar. Desde então surgiu à ideia de abrir uma clínica popular, isso ficou ainda mais real há um ano, depois de assistir uma reportagem onde falava sobre as clínicas populares, onde retratava a procura da população brasileira em conseguir atendimento rápido, de qualidade e com preço justo. A partir daí, eu e minha esposa Gabriela fomos amadurecendo a ideia, buscando um local de fácil acesso e nos informando de todos os tramites necessários para abrir a nossa clínica em Bom Despacho.

Ítalo) Vocês fizeram algum tipo de Pesquisa? Onde existem projetos similares? Como são os preços?

Dr. P.H.) Não foi necessária uma pesquisa,  trabalho em hospitais em Bom Despacho, Dores do Indaiá e Arcos vivenciando de perto as dificuldades que os pacientes têm em buscar atendimento particular. Algumas cidades da região já aderiram a essa nova modalidade de atendimento, no entanto a maior demanda é em Belo Horizonte. O grande público terá condições de pagar, ou seja, qualquer pessoa que procura por atendimento rápido e de qualidade.

Ítalo) O que a clínica já oferece?

Dr. P.H.) Já oferecemos hoje consultas com Cirurgião Geral, Dermatologista, Neurologista, Obstetra, Clínico Geral, Pediatra e Psicólogo, Nutricionista e Medicina do Emagrecimento. Também contamos com preços diferenciados na rede credenciada, como por exemplo: exames laboratoriais, odontologia, fisioterapia e farmácia.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta