Faltam engenheiros no Brasil aponta estudo do IEDI UNICAMP

No dia 13 de Março, quarta-feira, a Agência Dinheiro Vivo realizará mais um fórum de debates. Nessa edição serão abordados os desafios para formação de engenheiros no país.
Para participar da platéia ligue para 0800 169966 (Ramal 23 e 24), ou mande um e-mail para eventos@advivo.com.br.

 

Local: Hotel Tryp Paulista
Endereço: Rua Haddock Lobo, 294 – Cerqueira César -São Paulo

 

O Brasil forma 2 profissionais de engenharia para cada 10.000 habitantes. Chile e México formam o dobro do Brasil, já o chineses, cinco vezes mais. Esses dados são da Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), do ano de 2009. Ainda, segundo a instituição, apenas 5% dos formandos do ensino superior brasileiro são dos cursos de Engenharia, considerada a menor participação entre todos os países analisados pela entidade. Em termos de comparação, na Coréia do Sul 25% dos formandos são da área.

13h30 – 14h00 – Welcome Coffee e Credenciamento

14h00 – 14h20 – Apresentação § Luís Nassif, Diretor Presidente da Agência Dinheiro Vivo

14h20 – 17h15 – 1º Painel: As políticas de capacitação de cérebros

O Brasil passou a ser um ponto de atração de profissionais qualificados. Nesse painel serão abordadas as políticas realizadas para capitação de mão-de-obra bem como a valorização do profissional da engenharia no mercado de trabalho.

14h20 – 14h30 Geraldo Nunes,  Coordenador Geral de Apoio à Pós-Graduação e Diretor Substituto da Diretoria de Avaliação da Capes

14h30 – 14h40 José Roberto Castilho Piqueira, Vice-diretor da Escola Politécnica da USP

14h40 – 17h05 – Debate e Perguntas com Luis Nassif

17h05 – 17h15 – Debate e Perguntas com a plateia

17h15 –  18h20 – 2º painel: Como melhorar a qualidade de engenheiros

No estudo A formação de engenheiros no Brasil o IEDI destaca que 36% dos indivíduos que trabalham em pesquisa e desenvolvimento nos Estados Unidos são engenheiros, indicando, em termos quantitativos, a importância desse profissionais para as atividades de P&D.

Nesse painel o objetivo é abordar os desafios que o país tem pela frente para melhorar a qualificação tanto da mão-de-obra formada quanto dos cursos oferecidos pelas instituições de ensino superior.

17h15 – 17h25 Alessandro Fernandes Moreira, Vice-Diretor da Escola de Engenharia da UFMG

17h25 – 17h35 Mauro Kern, Vice-Presidente de Engenharia e Tecnologia da Embraer

17h35 – 17h45 José Alberto Bucheb, Gerente geral da Universidade Petrobras

17h45 – 18h10 – Debate e Perguntas com Luis Nassif

18h10 – 18h20 – Debate e Perguntas com a plateia

18h20 – Coffee de Encerramento

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta