Governo e bancos dizem que a crise passou

“Uau, voltamos a crescer!”. Essa é a frase de capa da última revista Exame (29/07/09), onde ainda estampa “olhe para os lados, os fabricantes de carros e de eletrônicos batem recordes de produção. O varejo cresce. Milhares de empregos são gerados. O crédito está de volta.” e finaliza: “… para o Brasil, a crise parece ter ficado para trás”.

A reportagem de Fabiane Stefano nos traz infográficos, apresentando os resultados de pesquisa realizada com mais de 360 empresas, onde os pontos altos são:

– 54% dos entrevistados dizem que o PIB irá crescer de 1 a 3%;

– 39% acreditam que no setor onde sua empresa atua, o impacto da crise continua igual;

– nos próximos 12 meses a empresas espera crescer de 5 a 10%, segundo 32% dos entrevistados;

– 63% pretende manter o quadro atual de funcionários.

Quanto às tendências de mercado, pode-se também observar:

– recuperação forte no consumo de cimento, licenciamento de veículos, vendas no varejo, venda de remédios no varejo, vendas de computadores, vendas de linha branca (eletrodomésticos);

– recuperação moderada: crédito para consumidores, produção de embalagens, vendas de imóveis residenciais;

– recuperação lenta: produção industrial, crédito para as empresas; vendas domésticas de aço.

Nesta última quarta, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que a Economia (brasileira) começa a dar sinais “firmes” de recuperação e disse que os dados do segundo trimestre do ano apontarão um crescimento próximo a 2%. “Estamos muito convencidos de que a crise é passado”, declarou o ministro ao discursar em um seminário realizado em Brasília.

A economia brasileira acusou os efeitos da crise global no último trimestre de 2008, período no qual teve uma retração de 3,6%, e essa tendência se manteve nos primeiros três meses deste ano, nos quais acumulou uma contração de 0,8%. Paulo Bernardo afirmou que a curva se modificará nos resultados do segundo trimestre deste ano, que serão apresentados oficialmente em agosto, e que, na opinião dele, mostrarão um crescimento de entre 1,5% e 2% em relação aos primeiros três meses.

As previsões do ministro vão na mesma direção que relatórios divulgados hoje pelos bancos Bradesco e Itaú Unibanco.O Bradesco, segundo dados de maio, indicou que o Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre apontava para um crescimento de 1,7% em relação ao primeiro, enquanto o Itaú Unibanco ressaltou que a economia cresceu 2,3% no quinto mês do ano, mas na comparação com abril.

Ao mesmo tempo, a Agência Brasil de Notícias tem apresentado matérias de como o brasileiro tem buscado sair da sombra de mal agouro, vejamos algumas manchetes e suas datas:

-Falências e guerra fiscal cortam 20 mil empregos de sapateiro em Novo Hamburgo-12 de Junho de 2009

-Fabricantes brasileiros disputam mercado italiano de calçados-12 de Junho de 2009

-Calçado brasileiro perde mercados e faturamento no exterior a cada ano-12 de Junho de 2009

-Banco Bem cria crédito imobiliário para comunidade pobre de Vitória-30 de Maio de 2009

-Banco Bem nasce no morro de São Benedito, com R$ 19 mil de capital-30 de Maio de 2009

-Em Vitória, um mundo de pequenos negócios combate a pobreza no Território do Bem-30 de Maio de 2009

-Economia solidária pode ser saída para a crise, afirma Paul Singer-20 de Abril de 2009

-Em tempo de crise, Porto Digital de Recife espera faturar meio bilhão de reais-11 de Abril de 2009

-“Crise que chegou do estrangeiro” derruba vendas na Feira de Caruaru, queixam-se comerciantes-11 de Abril de 2009

-É preciso criatividade para superar a crise, diz dona de confecção de Toritama-10 de Abril de 2009

-Crise leva fábricas de moda jeans de Toritama a fechar portas-10 de Abril de 2009

-WEG reduz carga horária e salários para evitar demissões-31 de Março de 2009

-Demissão pode ser momento para recolocação no mercado, acreditam especialistas-29 de Março de 2009 – 13h05

-Escassez de crédito preocupa produtores de Rondonópolis-28 de Março de 2009

Já no início do ano, o consultor de empresas Luis Borges, já havia comentado que o ano de 2009 seria um período de manutenção e sobrevivência, onde as empresas devem focar reduzir custos e não perder mercados. Na visão dele o horizonte deve mirar 2010, preparando-se para acompanhar a retomada da produção industrial e do consumo.

Rápidas e Rasteiras:

Escola assaltada: na noite de terça para quarta, dessa semana que passou a Escola Municipal Dona Duca, no Bairro Aeroporto, foi assaltada pela 5ª vez somente este ano. Quem tiver qualquer informação sobre os assaltantes deve ligar para o número 190 e fazer a denúncia. A PMMG garante o sigilo. Não deixe que pessoas assim depredem o patrimônio público. Denuncie!

Ingana: em comentário ao meu texto da semana passado sobre o Brasil ser chamado de Belíndia, o leitor Pablo Teixeira Araújo, morador do bairro Novo São Vicente, alertou-me pelo novo termo criado pelos economistas recentemente onde nosso país tem as taxas de impostos da Inglaterra e as condições de vida de Gana.

Redutor de velocidade: os moradores da Avenida Vivaldi Brandão através da sua Associação comunitária estão reivindicando a colocação de redutores de velocidade naquela via devido a alta velocidade e o tráfego intenso de veículos. Já ocorreram diversos acidentes nas proximidades do Supermercado Fidélis. Solicitamos ao Secretário Municipal de Trânsito, Sr. Marco Aurélio, que vem realizando significativas melhorias, que atenda o mais rápido possível nossa solicitação. O ideal é retirar todo o tráfego de veículos pesados das vias públicas, por meio de um anel rodoviário, enquanto isso medidas de intervenção e fiscalização são importantes para evitarmos tragédias.

Reuniões da Câmara: a partir dessa segunda-feira volta ao normal as reuniões da câmara às 19:00 horas..O grande diferencial neste mandato tem sido a presença da população,conquista como a do magistério só se concretizaram graças a presença do povo.Vamos participar!

“Pracas de Bom Despacho”: o multimídia André Luis criou um blog onde diariamente posta imagens da cidade, o que não faltam são fotos de placas e anúncios engraçados, vale a pena conferir no link http://andredurock.blogspot.com.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

One thought on “Governo e bancos dizem que a crise passou

  1. Valeu pelo link Italo. Fiquei de cara. Suas poucas linhas mostraram-me novamente a força do Joneg em nossa cidade. Não sei se acho bom ou ruim. Bom pelo lado da minha divulgação, claro! kkkkk E ruim, pela referência que a cidade tem de jornal. Na minha opinião, muito fraco. Abraços!

Deixe uma resposta