Inovação e busca de soluções alternativas têm crescido na cidade

Algum tempo atrás, quando ainda estava no Colégio Tiradentes, vez e outra era convidado pelo pai do meu amigo Itagildo, que também se chama Itagildo, a assistir na empresa dele vídeos do Professor Luiz Marins e J.C. Benvenucci. Os temas eram variados, como vendas, atendimento ao cliente, motivação, criatividade, mudança, comportamento humano, etc.

Em um deles, do Marins, o apresentador fazia a seguinte pergunta: “você já experimentou goiabada com salame?”. Essa pergunta inusitada, diferente, chamativa, tinha a simples missão de chamar nossa atenção para a necessidade de inovar, sair da mesmice, buscar outros caminhos não tão lineares, ser criativo.

Pois bem, essas pergunta vem me perseguindo e confesso que ainda não experimentei essa combinação tão diferente e exótica de alimento salgado e doce.

No último final de semana estive reunido com 2 pessoas que me alertaram novamente para a pergunta do Marins, mas de forma diferente e mais sutil. Uma dessas pessoas era o psicólogo João Batista Ferreira, que me apresentou sua proposta de aproveitamento de energia hidráulica para novas formas de geração de energia elétrica. Contando-me como ele foi buscar mais conhecimento e apoio para suas invenções, citou episódios onde engenheiros e técnicos se deslumbravam pelo fato dele ser da área de ciências humanas e não das exatas. Ora, bolas, cientista é multidisciplinar, inventor percebe a quebra de paradigmas, seja ele pedagogo, engenheiro, advogado ou qualquer profissão.

A outra história foi do mecânico de aeronaves Márcio Domingos, pessoa que me deixou muito comovido pela sua história de vida e pelas conquistas. Como ele mesmo contou, aos 21 anos de idade já era sargento da Aeronáutica e fazia a manutenção da frota de aviões Hércules da FAB. Pois bem, o Márcio também tem uma proposta interessante e inovadora para gerar energia, como o João Batista, foi sabatinado pelos tecnólogos que segundo ele tiveram que se render aos seus simples conhecimentos de algo tão complexo que é a gravidade e suas ações.

Nos dois casos, de colegas bondespachenses, a questão da mudança, quebra de dogmas e inovar para ir além do que já existe, está bem claro e demonstra como se tornar inventor não é fácil mas é preciso, seja para questões técnicas como para nossas ações empresariais.

Empresas de sucesso hoje podem e devem fazer exercícios de “visão de futuro”  e precisam estar permanentemente atentas para um mercado cada vez mais em mutação e para clientes cada vez menos fiéis e mais exigentes. Temos que perguntar, por exemplo, o que a tecnologia da informação  tem a ver com nosso negócio e como poderá modificá-lo ou influenciá-lo. Temos que perguntar como novas descobertas científicas e tecnológicas, novas formas de distribuição, novas formas de logística integrada e comunicação eletrônica de dados poderão afetar o nosso negócio hoje e amanhã. Se continuarmos a fazer as coisas como sempre fizemos, conseguiremos os mesmos resultados que vimos conseguindo. E eles poderão não ser suficientes para garantir a nossa sobrevivência.” (texto do site do Prof. Marins – www.marins.com.br).

PS: o leitor que tiver suas inovações mande para o contato da coluna, vamos trocar idéias, o mundo fica maior!

Rápidas e Rasteiras:

Plano de carreira dos professores: encontra-se em fase final para ser votado o  Estatuto e Plano de Cargos,Carreira e Remuneração do Magistério,o impasse está na remuneração inicial : proposta do prefeito 632,22,a câmara quer um valor maior de 750,00.Vamos aguardar o desfecho e professores fiquem atento.

Rotatória  na chegada da cidade: depois de uma longa espera foi concluída a rotatória próximo ao posto Piraquara, final da Avenida do Rosário. Nossos cumprimentos ao secretário Marco Aurélio que  sem dúvida vem realizando um sério trabalho.

Homenagem no Rotary Arraial: foi realizada na reunião do dia 07 de julho homenagem ao Maestro Nivaldo Santiago, que faz parte das comemorações dos 80 anos de vida e música.

PECA lança campanha: A ong Peca Brasil lançou esta semana a campanha “Pelo Fim das Queimadas”, que tem como objetivo reduzir o índice de queimadas, inicialmente na região, e depois em nível estadual. “Trabalharemos através da conscientização, da política, da fiscalização e  do legislativo, para podermos realizar com êxito esta campanha.” – diz Elano Ferraz, fundador da ong. A ong também inaugurou há alguns dias suas novas sedes, onde trabalhará pela proteção ambiental. São elas: Nova Serrana, Uberlândia e no estado norte americano de Ohio.

Festival de Inverno: as bandas Transmissor (BH), In Verso (BH), Maitê (BH) e Enne (BH) se apresentarão no Primeiro Festival de Inverno de Bom Despacho. Bandas do cenário musical independente. Fazem um ótimo trabalho no Estado e fora dele. Além disso teremos a palestra intitulada Diversidade Cultural dentro dos Movimentos Urbanos,  do historiador e empresário Roberto Ângelo. O festival vai acontecer nos dias 17 a 26 de julho de 2009.

Festival Mundial da Cachaça: produtores do maior pólo de cachaça de alambique do Brasil esperam aumentar as vendas internas durante o Festival Mundial da Cachaça. Apoiados pelo SEBRAE-MG, os expositores apresentam ao público 50  marcas da bebida. O festival é realizado de 17 a 19 de julho, em Salinas, norte de Minas Gerais. A região de Salinas reúne 24 produtores individuais e 109 agricultores familiares. Eles formam a Associação dos Produtores de Cachaça Artesanal de Salinas (Apacs). A produção anual do grupo é de cinco milhões de litros. O faturamento bruto mensal é de R$ 1,5 milhão.

Encontro de Motociclistas 2009: parabéns aos organizadores e que no próximo ano possa ser melhor e com mais participantes.

Asilo precisa de livros: faça sua doação, o Asilo São José está recolhendo livros para incrementar sua biblioteca. Procure o Presidente Armando ou a Gerente Bete Ricardo, na própria sede na Vila Gontijo.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta