Recentemente a Polícia Civil de Minas Gerais informou seu Programa de Mediação. O objetivo é simples: conter crimes antes que eles ocorram. Segundo a própria Polícia, os 3 principais causadores de crimes são discussões entre vizinhos, brigas na família e desentendimentos no trabalho. Existem outras causas, mas essas 3 são as que mais se destacam.

A ideia é que muitas vezes uma discussão no trabalho desencadeia uma série de ações que acabam ocasionando alguma fatalidade. O que se percebe é que todos andam como verdadeiras panelas de pressão, a ação da Mediação é como se fosse uma válvula de escape para evitar graves consequências.

O cidadão deve procurar a delegacia da cidade e explicar o que houve em casa, com o vizinho, no trabalho ou outra situação. Não se trata de uma acusação que irá desencadear uma ação policial, mas sim uma comunicação de pedido de ajuda para mediar, ou seja, colocar as partes para conversarem e assim resolverem seus problemas.

Observando do ponto de vista empresarial a saída da Mediação nos contratos tem aumentado. Como a Justiça comum tem se encontrado cada vez mais lenta e lotada de causas para julgar, as empresas decidem escolher uma Câmara de Mediação para resolver seus contenciosos. Existem custos envolvidos, mas a celeridade muitas vezes justifica sua utilização.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta