Mega fusão de empresas no setor lácteo

Cinco cooperativas de leite – três de Minas, uma de Goiás e outra do Paraná – querem se fundir para criar a maior empresa de lácteos da América Latina, com captação de sete milhões de litros por dia e um faturamento anual de R$ 4 bilhões. A fusão é uma estratégia para conter o avanço de outras grandes indústrias de lácteos no País. “Queremos ser um ator importante”, declarou o presidente da mineira Itambé, o bondespachense Jacques Gontijo.

A união incluirá também a Centroleite, de Goiás, a Confepar, do Paraná, e as mineiras Cemil e Minas Leite. Segundo o presidente da Itambé, uma consultoria, cujo nome não foi revelado, já foi contratada para avaliar quanto cada cooperativa terá na nova companhia. A expectativa é de que o levantamento esteja concluído em três meses. Ele será decisivo para a conclusão do negócio.

“Estamos mirando no exemplo adotado no mundo inteiro”, comentou Gontijo. Ele cita os exemplos da Fonterra, da Nova Zelândia, e da Dairy Farmers of America (DFA), dos Estados Unidos, que têm grandes volumes de produção e conseguem balizar a cotação do leite em pó no mercado internacional. A Fonterra e a DFA resultaram da fusão de cooperativas.

A nova empresa brasileira do setor de lácteos, resultado da fusão entre as cinco cooperativas, concentrará 10% de toda a captação de leite do Brasil. A Itambé será a maior delas, com uma captação de 3,4 milhões de litros de leite por dia. A cooperativa mineira, que tem cinco unidades, está fechando o ano com um faturamento de R$ 1,9 bilhões.

A Confepar tem uma fábrica e capta 900 mil litros de leite por dia. A Cemil também tem uma fábrica e captação de 500 mil litros por dia. A Centroleite e a Minas Leite não têm unidades industriais e fazem apenas captação, de 900 mil e 1,5 milhão de litros por dia respectivamente. Desde 2007, o mercado leiteiro vive um período de consolidação, com aquisições e fusões. A Perdigão, antes da fusão com a Sadia, comprou a indústria de laticínios Cotochés, além da Eleva, que atua no setor de lácteos e de carnes.

Esta matéria foi uma dica do Pedro Dalberto Costa, gerente da CREDIBOM, integrante do Rotary Club Bom Despacho.

Fonte: O Estado de São Paulo (23/12/09) e O Estado de Minas (07/01/10).

Rápidas e Rasteiras:

Álcool sobe em 20 estados e uso da gasolina fica mais vantajoso: nos últimos meses, o preço vem subindo em percentuais bem maiores que o da gasolina. Por conta desse aumento, abastecer com gasolina já é mais vantajoso para os proprietários de carros flex em 19 estados e no Distrito Federal. Para saber qual combustível está valendo mais a pena, divida o preço do litro do álcool pelo preço do litro de gasolina, se a relação for maior que 0,70 será mais vantajoso abastecer com gasolina (isso vale para veículos bi-combustível e com consumo médio de 10 km por litro).

Escolas públicas devem receber computador portátil neste ano: os laptops do programa federal Um Computador por Aluno devem finalmente chegar às escolas em 2010. A fabricante CCE venceu o pregão para a compra de 150 mil computadores que serão distribuídos em 300 escolas.

EFP: em visita a algumas cidades por onde passava a Ferrovia, podemos constatar que BD é a cidade que melhor preserva o patrimônio histórico da Estrada de Ferro Paracatu. Porém é de ressaltar que em Serra da Saudade está sendo reformada a Estação Barra do Funchal, com dinheiro vindo da Suíça.

Geo-referenciamento: melhorou a definição da imagem de BD no programa Google Earth.

Publicidade social: vi uma escolinha de futebol na quadra do Pamonhão (bairro do Rosário), os coletes de treino estão sem patrocínio. Sugiro ao empresariado que divulgue sua marca, patrocine o esporte, isso com certeza dará retorno para seus negócios, não tenha medo de crescer e aparecer.

Férias: em janeiro sempre recebemos visitas que ficam uma quinzena, ou mais, e ai falta opção de passeios. Gostaria de sugerir uma rota turística em torno da cidade e povoados: banho de  Cachoeira da Lajinha (7Km) e depois comer uma galinha caipira no bar do Sr. João, no Povoado do Capivari dos Macedos.  Visita a Cachoeira da Vargen Grande e compra de Queijos lá na Chapada. Pescaria no Espraiado e depois uma cervejinha (leia-se: uma bebida qualquer) gelada no bar da Garça. Visita ao túmulo do Padre Libério e volta pela ponte de ferro, passando na Passagem para comer uma boa lingüiça de porco caipira.

Votos de serenidade e sobriedade: desejamos ao nosso Prefeito Haroldo Queiroz e seus secretários muito sucesso em 2010, que levem nossa cidade a um abrilhantado Centenário. Ainda somos a cidade da Senhora do Sol.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

One thought on “Mega fusão de empresas no setor lácteo

  1. Li sobre o assunto na importante IstoÉ Dinheiro. A empresa que surgir será maior que a badalada BR Foods, resultado da compra da Sadia pela Perdigão. Maior também que um dos principais frigoríficos do mundo, que é brasileiro. Depois dizem que o agronegócio não segura nosso país…
    Abraço, Ítalo

Deixe uma resposta