Não precisamos de apenas líderes, mas principalmente de lideranças

 

“Cumequié”? Já escrevi aqui algumas vezes sobre a necessidade de mais líderes na nossa cidade, empresa, comunidade. A figura daquela pessoa com carisma, disposta a trabalhar em conjunto com todos, que saiba comunicar, pedir e conduzir o interesse comum. Faltam pessoas assim no nosso meio, é ponto pacífico em qualquer “rodinha” de boa conversa. Quero ir mais a frente, levar a discussão em duas boas coincidências que acontecerão ontem. Quero nesse texto confrontar líder e lideranças, pessoas que querem estar à frente de mudanças e pessoas que irão participar quase que cegamente dessas revoluções.

Ao percebermos que recentemente saiu na imprensa a nossa privilegiada posição de 7ª potência mundial (a frente da Itália!) como um dos maiores PIBs do mundo, contrastamos em não termos nenhuma universidade no ranking das 100 mais importantes no planeta. Outra análise preocupante, quase 17% do aumento do PIB extraordinário no ano de 2010 corresponde à indústria de extração mineral, 7% de serviços e tecnologia. Retirar qualquer minério, processá-lo e enviá-lo para seu beneficiamento trata-se de um complexo sistema industrial, nossa expertise, mas beneficiar em semicondutores, chapas de aços especiais, equipamentos, etc., gera muito mais conhecimento e pode perenizar uma relação mercadológica muito maior.

 

Como crescer exaustivamente e com sustentabilidade se não temos lideranças? Nem temos bons líderes, buscamos todos os dias referências em nosso meio de pessoas arrojadas e desapegadas de seus próprios interesses para buscar o interesse comum, seja numa empresa, comunidade ou até mesmo em famílias. Se o País crescer os ditos 4,5% nesse ano de 2011, significa que vamos precisar de mais essa mesma parcela em número de geração de energia para atender fábricas, número de profissionais capacitados está relacionado diretamente e o mais importante vamos precisar de gente “cuca-fresca” para liderar esse crescimento.

 

Os 2 fatos que me chamaram atenção para esse fato são uma troca de mensagens online com um amigo em Bom Despacho e um texto que saiu no Estado de Minas de 10 de março, com o título de “Sociedade de Formigas”. Na minha noturna e quixoteana discussão online, meu amigo diz para mim que é difícil conduzir mudanças no meio onde vive pois muitas vezes ele é taxado de maluco. De doido e médico todos temos um pouquinho, foi minha primeira resposta, em seguida eu lembrei a ele para unir suas idéias com outros colegas, ele me disse: “ele pensa diferente”, aí que mora a saída dos problemas, pessoas pensando diferente, imbuídas de valores e objetivos comuns, criando assim as lideranças necessárias para as mudanças urgentes que nosso Brasil precisa. Voltando ao texto das formigas, o autor Rodrigo Magalhães (consultor em contabilidade e escritor) nos diz claramente que “um papo informal é bem melhor que uma conversa formal. Quebrar protocolos nos faz bem…” e nos leva para boas discussões, assim teremos mais que líderes, teremos lideranças. Cadê a liderança estudantil? Cadê a liderança partidária? Morreram? Sou de uma geração que não tem partidos e nem ideologias, não me vanglorio disso, muito pelo contrário, penso que aí mora a razão da falta de bons líderes e boas lideranças.

 

Nunca se viu uma boa discussão política em nossa cidade. O que mais ouço são pessoas apoiando, mas a boca miúda. Por que temer apoiar um ou outro? Se os valores fundamentais de boa convivência e o respeito pelas Leis brasileiras deve ser sempre mantido, por que sentir receio em dizer claramente o que penso? Meu amigo o professor Ederson Passos chama isso de o “dito não dito”, “velado”, acontece segundo ele nas comunidades e nas empresas.

 

Vamos em frente? “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”.

 

Rápidas e Rasteiras:

 

Assembléia no São José: a Associação Comunitária dos Bairros São José, Jardim América, Dom Joaquim, Novo Dom Joaquim, Gameleira e Calais realizará no próximo dia 16 de março a Assembléia Geral Ordinária às 19h00min , na sede da entidade situada na Avenida Padre Augusto 354, no Bairro São José para prestação e aprovação das contas 2010 e Eleição e posse da nova diretoria para o biênio 2011/2013. Até agora somente a chapa encabeçada pelo candidato a presidente o Sr. Milton Antônio da Silva se inscreveu para a disputa.

 

Plano Diretor: até hoje as leis complementares e o código de obras que compõem o plano diretor não foram votadas pelo Legislativo Municipal. Ano passado começou uma discussão em cima do tema, mas não avançou. É consenso de todos os vereadores que é preciso votá-las.

 

Com muito esforço a Dengue não terá chance em BD: de 14 a 18 de março a Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com diversas escolas, entre outros segmentos da sociedade, estará realizando passeatas contra a dengue para a intensificação das ações contra a doença no município. A agenda está assim confirmada:

– 14/03 – No Bairro São Vicente – 7h30 – Local: Supermercado Fidélis

– 15/03 – No Bairro N. S de Fátima – 7h30 – Local: Escola Wilson Lopes

– 16/03 – No Bairro São José – 7h30 – e Bairro Jardim América – 16h – Local: Escola Coronel Robertinho

– 17/03 – Nos Bairros Realengo e Rosário – 7h30 – Local: Escola Irmã Maria

– 18/03 – No Bairro Ozanan – 7h30 – Local: Escola João Dornas.

 

A importância de infra no aeroporto: recebi a foto abaixo do Toninho e quis compartilhá-la com meus leitores. Vejam que na ocasião um avião dos bombeiros veio resgatar uma vítima no mês de fevereiro utilizando o nosso aeroporto, que fica às margens da MG-164, sentido Martinho Campos.

 

 

Foto: contribuição do Toninho Advogado

Força Jovem Universal: é um grupo de jovens que trabalha para resgatar aqueles que se encontram sofrendo, com vícios, drogas, problemas familiares e sociais. Promovendo eventos, viagens, gincanas entre equipes, descontração, esporte, teatro, dança, e muita música, além de trabalhos sociais. Com reuniões todos os domingos às 16:00 horas o FORÇA JOVEM UNIVERSAL, vem conquistando novos membros em suas animadas. O próximo festival será no dia 27/03, na Av. Ari Marques, 250 (abaixo da rodoviária). Mais informações no link: www.forcajovembd.blogspot.com. “Ser jovem é nunca deixar de sonhar.”

 

Para os educadores pensarem: qual a relação entre corte de cabelo e Educação? Será que se gastássemos tempo em avaliar como podemos melhorar o ensino em nossas escolas seríamos mais eficazes e eficientes com nossos parcos recursos?

 

Código Florestal é um impasse: segundo informações do CONFEA (Brasília, 10/março/2011), a reforma do Código Florestal, que hoje é disciplinado pela Lei 4.771, de 15 de setembro de 1965, gera muitas divergências entre especialistas. A tentativa de modernização abrange assuntos que envolvem diversos setores profissionais e, por esse motivo, torna-se difícil chegar a um acordo. Na tentativa de melhorar a situação e chegar a um consenso, foi instalada nesta quarta-feira (2/3), pela Câmara dos Deputados, uma “Câmara de Negociação” para debater os aspectos mais polêmicos das propostas de alterações no Código contidos no relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP). A Câmara será composta por 14 deputados: quatro da bancada da agricultura; quatro da área de meio ambiente; dois da Liderança do Governo e dois da Minoria, além do relator Aldo Rebelo e do representante da Mesa Diretora, o primeiro-secretário Eduardo Gomes (PSDB-TO), que vai coordenar o trabalho. O tema também foi alvo de discussão no Painel “Cenário Agro florestal Nacional e Internacional – Ameaças e Oportunidades” ocorrido em Brasília (DF), durante o Encontro de Lideranças do Sistema Confea/Crea, de 21 a 25 de fevereiro de 2011. Vale a pena ficar atento e se preparar para as mudanças.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

 

Contatos para esta coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta