Ao longo do Rio Lambari temos 2 projetos de pequenas centrais hidroelétricas (PCH). Uma delas é a PCH Tróia, desativada, que teve durante certo tempo sob os interesses da lusitana Luzboa, fizeram um projeto para reativar as operações. Subindo o rio encontramos a PCH João de Deus, atualmente de propriedade da Ematex, empresa têxtil com sede em Belo Horizonte.

A capacidade de geração de energia com 2 turbinas chega a 1,6 MW. Existe uma turbina mais antiga desativada. Ao redor algumas casas, onde residem os técnicos que fazem a manutenção e os cuidados para que toda a estrutura continue atuante.

A usina foi originalmente adquirida pela Companhia Industrial Aliança Bondespachense (CIAB) em 1938 junto à Prefeitura de Bom Despacho e dada a concessão para fornecimento de energia elétrica ao município através da própria Usina João de Deus. De 1938 a 1940 foram feitas novas instalações onde houve a repotenciação da Usina, a qual passou a fornecer energia elétrica para outros municípios vizinhos a Bom Despacho.

A primeira iniciativa foi para suprir a cidade de Bom Despacho, o que perdurou durante muitos anos. Depois a CIAB, companhia têxtil atualmente em processo de descomissionamento, operou e cuidou das instalações durante anos. Com a chegada de produto têxtil do exterior, principalmente da China, ter um insumo importante como energia elétrica foi estratégico para a sobrevivência do negócio.

Na década de 1970 o fornecimento de energia de vários municípios mineiros foi encampado pela CEMIG e a usina passou a operar de forma isolada, atendendo somente às instalações fabris na cidade de Bom Despacho. Esta condição se manteve até que, em 2009 a usina foi conectada ao sistema CEMIG e passou a vender o excedente de energia na condição de autoprodutor.

Estive visitando o local no final de 2018, por sinal muito bem cuidado pelo Roberto e pelo Daniel Santos, pai e filho respectivamente. Na ocasião o Roberto me acompanhou desde a barragem, passando pela casa de máquinas, painéis, subestação e o entorno da PCH. Fizemos uma gravação em 360 graus com a narração do Roberto, o que pode ser visto no link a seguir:

https://youtu.be/BNmVEO3eu8U

Algumas fotos:

Foto 1 – Vista Geral da casa de máquinas em funcionamento

Foto 2 – Suástica em rotor fabricado por volta da década de 1930.

Foto 3 – Primeira turbina da década de 1920, atualmente desativada.

Mais fotos em 360 graus: https://kuula.co/post/7YJ12/collection/7l7PJ

Posts Relacionados

Deixe uma resposta