Notícia, informação, conhecimento: “Obama” Bin Laden Morreu?

 

O que tem de errado na foto a seguir?

 

Não foram 2, 3 , 4 , 5 erros, foram dezenas de vezes que apresentadores de TV confundiram o nome do presidente americano (Obama) pelo líder do grupo terrorista Al Qaeda (Osama). Daí em diante ficamos aguçados com cada notícia que aparecia: muitas contradições do próprio governo americano sobre a operação que matou o arqui-inimigo Osama Bin Laden, aquele que jogou 2 aviões no World Trade Center em Nova Iorque no ano de 2001.

Teorias da conspiração à parte (para quem gosta sugiro ver o filme Zeitgeist: Moving Forward – o futuro é agora, do diretor Peter Joseph), o que importa é o tanto que uma informação pode nos chegar de variadas fontes com variados dados e constatações. Tudo isso me leva a crer que para se ter certeza de algo é preciso consultar no mínimo 3 fontes de pesquisa, de preferência totalmente independentes.

 

Um exemplo grosseiro foi a TV Globo Minas no início das coberturas do jovem casal que faleceu em pousada no mês de março. Chegaram a declarar a possibilidade de pacto de morte, estilo Romeu e Julieta. Caso viesses desses folhetins que se torcermos sai até sangue, poderia entender, mas da toda-poderosa dona do telejornalismo brasileiro, não perdôo.

 

Recentemente fiz um curso sobre depósitos minerários, como avaliar e identificar oportunidades de negócios. Na ocasião o professor apresentou várias notas de jornal mostrando o tanto que somos ludibriados por informações facilmente identificáveis como “estórias para boi dormir”. Vou dar um exemplo mais claro: lembram-se da prospecção de gás natural no município de Bom Despacho? Uma empresa foi até pontos diferentes do município, instalou equipamentos de leitura sismográfica, fez análises, mas de nada ainda se pode concluir, qualquer declaração é especulação.

 

Por falar em especulação, quer melhor exemplo do que boatos para engrandecer ou empobrecer um negócio?

 

Fiquemos atentos, avaliemos os fatos de prismas diferentes, não confiemos à primeira vista, informação é volátil e facilmente construída.

 

(*) Nota final: fiquei sabendo que o Osama andou se escondendo também nas cavernas próximas ao Engenho do Ribeiro. Acredite se quiser.

 

Rápidas e Rasteiras:

 

Novidades na área de comunicação: o jornalista e locutor Claudio Francis, figura empreendedora e batalhadora que conheço há anos, está com uma moderna ilha de edição instalada em Bom Despacho. Segundo Francis, os serviços prestados serão para atender demandas de produções de locuções em cerimoniais de formaturas, festas debutantes, locução em todos os tipos de eventos. Contatos pelo e-mail claudiofrancis04@hotmail.com.

 

 

Foto: Claudio no seu Studio

 

Estágio na Cooperbom: recentemente tive a grata oportunidade de conhecer o quase-engenheiro Pablo Chaves. “Quase” por que ele está para se formar e já vem desenvolvendo um competente trabalho na estação de tratamento de efluentes da Cooperbom, no bairro Ana Rosa. Pablo é filho da dona Bete e Seu Ronaldo, estudante do 9o período de Engenharia Ambiental da UNIPAC Campus Bom Despacho. A ele desejo muito sucesso na sua futura carreira que já iniciou de mão cheia. Veja como é o trabalho dele, por ele mesmo: ” faço estágio na Indústria de Laticínios Cooperbom e trabalho com análise e monitoramento da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Avalio o seu sistema de funcionamento e lodos Ativados, fazemos sua coleta e controle duas vezes ao dia com medidores de laboratórios. Também se calcula vazão na entrada e saída do efluente, Ph, sólidos suspensos, sólidos dissolvidos, temperatura na entrada e Saída, turbidez da água, limpeza e manutenção das caixas de gordura que pertencem”. Participe você também mande foto do seu local de estágio e contando o seu trabalho para o contato desta coluna.

 

 

Foto: Pablo e a Estação de Tratamento de Efluentes da Cooperbom

 

IBAPE-MG: agradeço a Beatriz Cabral a publicação de notícia sobre minha posse como diretor-adjunto administrativo no Instituto Mineiro de Avaliações e Perícias. Durante a semana recebi alguns telefonemas e e-mails de pessoas perguntando mais sobre o Instituto e sua função social. Pois bem, vou explicar um pouco, o IBAPE-MG é uma entidade de classe que reúne profissionais como engenheiros, arquitetos e agrônomos para os trabalhos de avaliação e perícias. Sua participação é fundamentada em eventos, treinamentos, discussões técnicas, criações e sugestões de normas, apoio ao poder judiciário mineiro. Mais informações no site WWW.ibape-mg.com.br.

 

Alô da semana: vai para a dona Amanda Alvarenga, moradora na comunidade do Campo da Aviação, minha leitora assídua, não perde sequer um texto que escrevo semanalmente. Dona Amanda, mande notícias do seu bairro para que possamos publicar, tenho certeza que tem muita coisa boa pra gente comentar aqui.

 

Festival de Inverno 2011: esta semana conversei com o meu amigo Maurício Simbera sobre os eventos do III Festival de Inverno de Bom Despacho. Simbera trabalha na Secretaria de Cultura da cidade, juntamente com a secretária Rosalva Flores. O evento contará com várias oficinas e apresentações culturais. Fiz 2 propostas de oficinas: uma irá tratar da Estrada de Ferro Paracatu, aspectos culturais e seu legado para o município, na outra, contarei com a presença de outros profissionais de ciências políticas e vamos falar sobre Cidadania e seu importante papel para o desenvolvimento de BD. Mais informações pelo e-mail culturabd@hotmail.com.

 

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

 

Contatos para esta coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta