Opinião: esse ano é tudo depois das eleições?

Quando chega novembro e dezembro as empresas buscam finalizar seus objetivos para aquele período, sejam esses objetivos nas vendas, investimentos na organização ou até mesmo projetos de reforma e expansão. Fica a expectativa do planejamento de metas para o próximo ano e tudo é programado para acontecer entre março e dezembro do período seguinte, ou seja, após o Carnaval.

Neste ano estamos acompanhando a Copa do Mundo e já tem alguns setores que estão sentindo os efeitos: decisões ficam para depois, comércio em muitas áreas tem diminuído, a produção é prejudicada, ou seja, além das festas carnavalescas o futebol veio para adiar algumas ações dentro e fora das empresas. Com a expectativa do Brasil avançando nos resultados do campeonato, na próxima semana poderemos ter dois dias praticamente improdutivos.

Ainda mais, temos pela frente o início de uma disputa para cargos públicos via eleição, a partir de julho, após a confirmação das candidaturas, todas as atenções estarão focadas no desenrolar das pesquisas eleitorais. Cargos de presidente e governador irão encher nossos telejornais, jornais, revistas e internet. Serão informações sobre pesquisas, eventos de confronto direto e indireto, histórico dos elegíveis e um universo de informações que demandaram muito de nós para filtrarmos e sabermos o que é importante para nossa decisão na hora do voto.

Será que este ano tudo vai acontece após a decisão das eleições após novembro?

Chamo a todos, sejam empresários, estudantes, profissionais das mais diversas áreas, não vamos nos deixar contaminar com tudo isso que está ocorrendo. Não vamos permitir que esses eventos onerem o chamado custo Brasil (soma de todos os malefícios que tornam o nosso país menos competitivo).

Minha proposta é que todos se organizem em suas empresas para ver os jogos, mas sem prejudicar os trabalhos cotidianos. As empresas busquem desenvolver seus negócios sem ficar afetadas pelos fatos das eleições. Afinal estamos em um país livre e propenso ao desenvolvimento.

Tudo isso me preocupa, o primeiro trimestre registrou um crescimento no PIB próximo de 9%, como esse índice poderá ser sustentado? Para mim será com muito trabalho e apostando nas oportunidades.

Qual é sua opinião? Mande para o contato desta coluna, será publicada na próxima semana.

Rápidas e Rasteiras:

Propaganda e publicidade: outdoor, painel luminoso, jornais, revista, rádios, websites/portais, carro de som, panfletagem, mala direta. Tudo isso são alguns exemplos do tanto que o setor de mídia cresceu em Bom Despacho. Não tem como deixar de se aproximar do consumidor com o seu produto ou serviço. Dica: consulte um profissional de comunicação e planeje a sua abordagem, no final fica mais barato e vai garantir um resultado mais eficiente.

Intercambista do Japão: depois de um ano residindo em nossa cidade o intercambista Massaxi do Rotary Club Bom Despacho-Arraial retornou para o Japão. Massaxi agradou a toda nossa comunidade pelo seu jeito de ser e seu comportamento amável com as pessoas. Sua despedida no Rotary foi motivo de grande emoção a todos que tiveram a oportunidade de conviver com ele. Nossos parabéns ao Rotary por esse importante programa em nossa cidade.

APAE: Na última reunião da Câmara Municipal estiveram presentes alunos, pais, professores e dirigentes da APAE que levaram aos vereadores o projeto que visa proporcionar a integração e participação dos alunos com as instituições. Nessa oportunidade o vereador Ricardo Alvarenga relatou sobre o projeto de sua autoria que “Institui o Dia Municipal de Luta pelos Direitos da Pessoa com Deficiência”, e convidou aos membros da APAE juntamente com a ADEFIS e os vereadores para definir o dia a ser comemorado.

Clemente Retífica: importante empresa de nossa cidade que merece nossas homenagens. Responsável por um grande número de empregos, atua há anos no setor de retífica de motores de todos os tipos, atendendo a nossa região. Nossos cumprimentos aos diretores e colaboradores na pessoa de seu fundador Alemão.

Aumenta índice de famílias com alimentos suficientes para o mês: de acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares, do IBGE, o percentual de famílias que avaliam ter alimentos suficientes para chegar ao fim do mês é de 64,5% (2008-2009), superior aos 53% da pesquisa feita em 2002-2003.

Prêmio para alunos de engenharia e arquitetura: a Sociedade Mineira de Engenheiros – SME, através do Prêmio SME de Ciência e Tecnologia, vem há 18 anos incentivando a pesquisa tecnológica e revelando os jovens mais talentosos de Minas para o Brasil, oferecendo aos alunos dos cursos de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo e Agronomia a oportunidade de mostrar seu trabalho e abrir caminhos para o empreendedorismo. São R$25 mil em premiações e as inscrições já estão abertas. Mais informações em www.sme.org.br e telefone (31) 3292-3678.

Alô da semana: dessa vez vai para meus amigos médicos Doutores Flávio Pires (trabalha em BH) e Breno Resende (dermatologista em BD e região) e para a Doutora Cláudia Silva (atua na capital mineira).

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta