Por que a elaboração de projetos é tão importante e tão desprestigiada?

Levantar informações, organizá-las e definir objetivos e metas, são ações que irão garantir o sucesso do planejamento (e do projeto). Com a enxurrada de investimentos em vários setores da Economia brasileira, as empresas (nacionais e estrangeiras) se viram obrigadas a se organizarem de modo a atender um crescente número de fornecedores e subfornecedores, localizados em partes distantes do Globo, especificações e normas de qualidade de países diferentes, uma verdadeira torre de Babel que só aumenta o risco dos empreendimentos. A saída tem sido tratar cada obra, montagem, fabricação, construção, como se fosse um conjunto de projetos e enfim buscar efetuar adequadamente seu gerenciamento. Quando se fala em projetos subentende-se a Gestão de Projetos.

Praticamente, ignora-se a Elaboração de Projetos. Por quê? A elaboração de projetos é fase de levantar informações sobre o empreendimento, organizar essas informações, consolidar os envolvidos, validar entendimentos de escopo, custo, qualidade e prazo. É uma etapa importante que alimenta outras fases como planejamento, execução, controle e encerramento.

Vários motivos podem explicar o fato de esquecermos essa etapa de Elaboração de Projetos:

1. Culturalmente, nós brasileiros somos pouco afeitos ao planejamento. Preferimos executar, fazer, por a mão na massa, ver resultados e se possível, rápido. Fazemos tanto, que não nos importamos muito em refazer, retrabalhar. O que interessa é tomar atitude e obter resultado, qualquer resultado.

2. Desconhecemos técnicas de elaboração de projetos.

3. Desconhecemos técnicas de análise e solução de problemas complexos, que normalmente os projetos buscam resolver.

4. Não temos tempo; e elaborar projetos demanda tempo.

5. A bíblia do Gerenciamento de Projetos, o Guia PMBOK®, enfatiza o Gerenciamento de Projetos e não a Elaboração de Projetos.

Vamos ficar por aqui, senão esta lista não caberia no espaço que temos e esses cinco motivos ajudam a formar uma boa ideia do problema. O que poucos percebem é que um projeto bem elaborado é a base para um bom gerenciamento. Não há gerente de projetos que faça milagres. Se o projeto não for bem elaborado, as chances de sucesso caem exponencialmente. E depois basta procurar os culpados: o mercado, os riscos, enfim, qualquer um que não seja um de nós. Cabe lembrar que não basta identificar o que desejam os stakeholders! É preciso envolvê-los e para isso existem métodos e técnicas.

Não se esqueça de que “todo projeto tem 5% de apoiadores, 5% de resistentes e 90% de indiferentes”. E esses indiferentes, podem se tornar resistentes, e aí, o projeto pode fazer água e ir a pique.

Quanto mais o projeto tender para a área social, isto é, com um maior volume de pessoas ou grupo de pessoas envolvidas, há uma tendência de o projeto ser mais complexo e, portanto, demandar mais tempo para a elaboração. Não estamos dizendo que não haja projetos técnicos complexos, mas costumam ser mais “simples” em termos de elaboração, pois são fáceis de serem sistematizados e normatizados. Enfim, vale muito a pena investir uma boa gama de tempo na elaboração de projetos, para assim garantir um planejamento mais adequado e com artefatos (documentos) ricos e completos de informações suficientes para o cumprimento das metas e objetivos do empreendimento.

Pense nisso e bons projetos !

* Roberto Guidugli é professor, consultor, auditor em sistemas da qualidade para Construção Civil, Engenheiro, sócio-diretor da empresa Meta Consultores.

** Ítalo Coutinho é professor, Engenheiro, Diretor do IBAPE-MG e coordenador de cursos de gerenciamento de projetos.

Nota do colunista: o artigo é para motivar o Eduardo a realizarmos em BD um seminário sobre Gerenciamento de Projetos com apoio de entidades como CREA, Unipac, Acibom, etc.

Rápidas e Rasteiras

Cidade de Bom Cho: durante a semana 2 pessoas perceberam um dos grandes descasos da Prefeitura em nossa cidade. Precisamos do continuísmo? Penso que não, em outubro vamos ter que mudar e mudar radicalmente.

Fachada da prefeitura de Bom Despacho / Foto: Paulo César – Facebook

APAE: completa esse mês 30 anos de plena atividade em nosso município com relevantes serviços prestados em defesa dos portadores de necessidades especiais. Presidida pelo competente Tarcísio Paulo (Pirola), no decorrer dos próximos meses estará promovendo várias atividades comemorativas.

Câmara Municipal: nesta segunda iniciam as reuniões plenárias do último ano dessa legislatura. Pelo o que tudo indica, vários projetos estão em pauta que precisam ser analisados e votados. Vamos participar para ficarmos sabendo o que acontece na cidade e também avaliar o trabalho dos vereadores, muitos deles (8 ao todo) certamente deverão dar as caras na urna eleitoral em outubro.

Credesp: fez uma doação esta semana de um computador para a Corporação Musical Nossa Senhora de Bom Despacho que continua também em destaque na educação musical de nossos jovens. Vamos educar os jovens para que não precisemos construir mais vagas nas cadeias e presídios, muito menos retirá-los do mundo das drogas.

Sr. Weslei da Credesp e o maestro Sr. Mário Domingos / Foto: Naldo

25 anos do Rotary Arraial: o plantio de 25 ipês foi efetuado esta semana pelo Rotary club Bom Despacho Arraial na Avenida dos Pequis ( prolongamento da Avenida Dr. Roberto). Foram utilizadas as grades de proteção doadas pelo SESC, pintadas de azul e amarelo, cores que simbolizam o Rotary . O clube irá cuidar delas para que possam, além de embelezar o local, também contribuir com o meio ambiente e beleza da avenida.

Colaboradores que efetuaram o trabalho, Sr. Libério, seu ajudante e Magelinha do Rotary – Foto: Naldo

Nota do colunista: semana que vem vamos ter mais uma aventura do Olati e não teremos Rápidas e Rasteiras pois estarei no meio da Floresta Amazônica a trabalho.

Indicação: no mês de fevereiro quero fechar com chave de ouro a minha coluna aqui no Jornal de Negócios. Por isso preciso da ajuda dos meus leitores enviando para o meu contato ou para a redação do jornal a indicação de uma pessoa que está se destacando dentro ou fora de BD. Conto com sua participação!

 

Faltam 118 dias para Bom Despacho comemorar 100 anos!

  • Mais informações sobre o Centenário em:http:www.senhoradosol.com.br
100 anos/ 100 soluções:

  • 68 – Plantio de 100 árvores típicas do cerrado;
  • 69 – Criação de uma escola de quadrinhos e arte.

Mande sua sugestão de 100 soluções para a cidade para o contato desta coluna, sua participação é fundamental!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta