Nesta semana a Prefeitura de Bom Despacho recebeu dois prêmios. Um deles foi o Projeto Inovação e Modernização da Gestão Pública, implantado na Prefeitura em 2013 e responsável por economizar recursos, aumentar a arrecadação e oferecer serviços mais eficientes para a população. O outro projeto é uma parceria com a UNA Bom Despacho e refere-se ao uso do aplicativo 100 aedes, como meio de combater a dengue na cidade. A premiação aconteceu durante o 34º Congresso Mineiro de Municípios, realizado pela AMM (Associação Mineira de Municípios) que tem na sua direção o Prefeito de Moema, Julvan Lacerda.

Na Segurança, estamos passando por uma série de crises. Assassinatos brutais e casos de crianças e adolescentes envolvidos com tráfico de drogas tem se tornado algo comum no noticiário. Alguns lugares da cidade não dão mais para visitar à noite. Praças e quadras ficam a mercê da bandidagem. Assaltos e roubos quase todo dia temos ouvido falar de algum caso.

O Lixão continua na mesma. Nada foi feito e era promessa do atual prefeito desde sua primeira chegada à Prefeitura. O local foi contido com a nova estrada municipal mas continua gerando elementos poluentes ao ar e às nascentes e córregos próximos. O problema é local e precisa de uma solução urgente. O tempo seco vem aí e com ele chega a fumaça tóxica de material queimado no lixão.

Emprego e indústria ainda são problema. Muitos trabalhadores se deslocam diariamente até outras cidades como Nova Serrana para trabalhar. Isso gera um fluxo de veículos e insegurança nas estradas. O desenvolvimento saudável do município também passa por oferecer trabalho à população. Trazer para Bom Despacho a Engenharia da Triunfo-Concebra (no passado a EFP tinha sua engenharia aqui), buscar incentivar a vinda de indústrias de agronegócio como fabricantes de implementos agrícolas, fomentar o co-working e startups em parceria com UNA e ACIBOM, vender o artesanato e produtos locais pela Internet, é preciso de um plano diretor de trabalho e renda.

Por enquanto palmas às conquistas, mas não só de marketing viverá o homem público, mas de toda ação que produz o bem e a qualidade de vida de seus conterrâneos.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta