Rede de parcerias: dividir o bolo – parte 3 de 4

Esse artigo vai para aquele grupo de empresários que prestam serviços. Seja consultoria, contabilidade, administração de negócio, implantação de sistema da qualidade, implantação de software e outros. A idéia que quero passar é bem simples: atender ao cliente e garantir a fidelização. Mas como atender sempre ao cliente? Se você é convidado para fazer um trabalho e não é seu metiê, quem sabe alguém da sua lista de contatos não poderia fazer? Assim você atende ao seu cliente e gera um bom relacionamento com outros prestadores de serviços.

Certa vez, visitando um cliente de beneficiamento de café (na ocasião eu era garoto de programa) a empresa para a qual eu trabalhava fora convidada para fazer outras tarefas além do nosso escopo de fornecimento. Lembro-me que a resposta do meu patrão foi clara: fazemos sim; ou seja, na verdade ele não queria que outro entrasse no seu cliente e tomasse seu espaço de alguma forma. O serviço requerido fora prestado por um parceiro nosso e no final todos sairam ganhando: o cliente, a empresa amiga e nós que garantimos ali mais 3 anos de bons contratos e serviços.

Mas você somente consegue atender bem se você conhece o mercado fornecedor. Não adianta tentar se atrever a fazer o que desconhece. Outro aprendizado interessante: fui pescar com meu pai no Rio São Francisco, pesquei um peixe que era grande e eu não tinha habilidade para tirá-lo da água, o peixe acabou escapolindo. Lição aprendida: além de conhecer quem sabe fazer, dividir o bolo, a oportunidade, pode gerar uma relação de ganha-ganha muito mais interessante.

Hoje em dia no meu trabalho muitas vezes as oportunidades aparecem e eu não tenho como atender todas. O que faço? Muito simples, consulto quem pode fazer e quem pode atender o meu cliente. É claro que estamos falando de relações de forte confiança, pois jamais se atreva a entrar numa aventura de negócio se você não conhecer bem com quem vai dividir o trabalho que apareceu.

Prefiro ganhar a metade de alguma coisa do que não ganhar coisa alguma. Pense nisso !

Próximo artigo:
– Comunidade e rede de contatos (03/abril)

Rápidas e Rasteiras:

Sobre livros: Laila Ribeiro está publicando resenhas de livros que lê no site www.sobrelivros.com.br. Não deixe de conhecer e comentar, ótima pedida para quem saber mais sobre livros, literatura e cultura.

Concurso de fotografia: o bondespachense Juliano Azevedo está participando do Concurso de Fotografia da Ale Combustíveis, com cinco fotos. Para votar entre no site http://www2.ale.com.br/clique-vencedor/. No link BUSCA DE FOTOS, à direita da tela, procure por Juliano, em qualquer uma das categorias, e com o nome das fotos: * Descanso na Bahia * A dança no mar * Tarde de verão em Três Marias * Uma Lagoa Santa * Curvas em outro ângulo.

Rotary Bom Despacho: quem está se preparando para assumir novamente a presidência do Rotary Bom Despacho é o nosso querido José Cardoso de Mesquita a quem cumprimentamos e desejamos sucesso. Neste sábado ocorre um seminário regional de treinamento para presidentes e sua diretoria, aqui em nossa cidade na sede do Rotary.

Associação de bairros São José e outros: no último sábado ocorreu no centro comunitário São José a assembléia geral ordinária para prestação de contas anual , alteração no estatuto da entidade e mudança da diretoria.Para ocupar o lugar do presidente Antônio Rodrigues de Paulo que se afastou do cargo foi eleita uma comissão composta por Milton Antônio da Silva,Pedro Alves Pinto e Vicente de Paulo Anacleto que completará o mandato,os demais membros da diretoria continuarão.

Triama Motos: revendedora da Yamaha que se instalou em nossa cidade através do grupo Triama. A concessionária com amplas instalações e um destacado bom atendimnto vem cada dia conquistando mais o mercado na região. Nossos cumprimentos aos diretores e funcionários desta empresa.

Rádio clandestina: mais uma vez a clandestinidade reina nas ondas de rádio, a frequência 101,5 MHz continua no ar. Pergunta: por que as rádios legalizadas não fazem nada contra esse absurdo?

Combustíveis: recebi na última semana e-mail do bondespachense Geraldo Elias, onde ele diz: “…tenho acompanhado semanalmente sua coluna no JONEG, e entendo que seus cometários sobre empresas e negócios da cidade são importantes, tanto para os empresários quanto para a comunidade…” Na continuidade da mensagem o leitor comenta a diferença de preço da gasolina em Lagoa da Prata (R$2,45/ litro) e em Bom Despacho (R$2,69/ litro). Lagoa fica 60 km a mais que BD com referência à REGAP (de onde vem o combustível), o que tornaria o frete mais caro. O que causa esse disparate? Falta de concorrência? Estranho, porque nossa cidade tem muitos postos, talvez até mais que essa outra cidade. Caso algum dono de posto queira se pronunciar, o contato desta coluna está aberto a ouvir e publicar aqui.

Entrevistas com empreendedores: retornando ao ciclo de entrevistas, na próxima edição do Jornal de Negócios, vou começar o ano entrevistando o empresário e presidente da ACIBOM, Ronaldo Gontijo. Envie sua dica de empreendedor a ser entrevistado para o contato desta coluna.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta