Saint-jamba: uma cidade fictícia e nossa realidade bondespachense

Aprendi a expressão Belíndia com a professora de Geografia D. Suely do Espírito Santo. O nome vem de 1974, quando Edmar Bacha definiu o que seria a distribuição de renda no Brasil, à época (uma mistura entre uma pequena e rica Bélgica e uma imensa e pobre Índia), o economista ainda pensa ser válida a expressão para definir a distribuição de riquezas no país hoje. E ao que parece segundo dados apurados pelo IBGE, infelizmente é exatamente o que podemos constatar.

Jamba é um município da província da Huíla, em Angola. Tem cerca de 50 mil habitantes. O índice de desenvolvimento humano (IDH) médio para a sua região é de 0,484. O país como o todo ocupa a 162ª posição, classificado pelo PNUD (órgão das Nações Unidas). Apesar de ser um local de grande beleza, a população vive basicamente da agricultura de subsistência, passando por grandes dificuldades.

Saint-Malo é uma comuna francesa situada no departamento de Ille-et-Vilaine, na região Bretanha. Saint-Malo conta com cerca de 51 000 habitantes, mas este número pode subir para 200 000 com a vinda de turistas no verão. Com os subúrbios, a população é de cerca de 135 000. A cidade tem um hipermercado (Carrefour) e sua história remonta da idade média, cercada por muros medievais. O seu IDH é de 0,955, o 11º lugar melhor do mundo para se viver.

Saint-jamba é a nossa cidade fictícia, que relembra em alguns pontos a Bom Despacho dos dias atuais. Visitando a periferia podemos observar ruas sem esgoto, ou até mesmo o esgoto correndo a céu aberto, lixão poluindo leito de córrego com crianças e adultos apanhando objetos no meio de urubus e outros animais, falta de pavimentação e sinalização de trânsito nos bairros mais extremos. Em outro ponto, vários prédios com mais de 10 andares, escolas particulares de alto nível, sistema de tratamento de esgoto, ruas asfaltadas e limpas, árvores bem tratadas, passeios pintados, policiamento constante, hospitais e postos de saúde.

Voltando à nossa realidade, podemos observar recentemente uma movimentação política muito importante para a cidade: discussões a cerca da saúde e da educação, retorno da secretaria de cultura, abrigo para crianças e adolescentes contando com profissionais da área de serviços social. Assim temos a oportunidade de planejarmos os recursos do município, preocupando com a qualidade de vida de todos. Pode parecer utópico aos olhos de alguns, mas enquanto não instituirmos uma agência de desenvolvimento com a participação do poder público, instituições privadas, profissionais liberais, associações e casas de serviço, as ações continuarão isoladas.

Vamos ser mais Jamba ou Saint-Malo?

Nota: o IDH de Bom Despacho é 0,799, com uma população próxima de 50 mil habitantes.

Rápidas e Rasteiras:

Ação coletiva serve para defender trabalhadores: a Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Trabalho contra a Siderúrgica Alterosa deve ser julgada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região. A legitimidade do MPT para propor ação coletiva em defesa dos trabalhadores de duas carvoarias mineiras foi reconhecida pela 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho. O MPT alega que as carvoarias fazem terceirização ilícita. Em primeira instância, foi reconhecida a ilegalidade da terceirização. A Vara do Trabalho de Bom Despacho condenou as empresas a se absterem de contratar trabalhadores diretos ou, ainda, serviços para atividade de reflorestamento. Além disso, fixou multa de R$ 100 mil em favor do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e determinou que as carvoarias adotem medidas preventivas e corretivas em relação ao uso de livros, fichas ou sistema eletrônico, fornecendo equipamentos de proteção individual (EPI) e água potável. O TRT mineiro, ao julgar recurso das empresas, extinguiu o processo sem julgamento de mérito, alegando que não cabia Ação Civil Pública no caso, já que os interesses individuais de um grupo de trabalhadores poderiam ser defendidos por meio de ação própria para cada caso concreto. O MPT recorreu ao TST e obteve êxito. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Festival de Inverno I: Maurício Simbera vem no domingo dia 26, com oficinas sobre Aquecimento Solar e Reciclagem de Papel. À noite apresentação de Coral Voz e Vida e shows com as bandas  Blues in Vein e Banda Novembro. Na Praça da Estação ainda teremos a apresentação do Boleka. O músico traz uma nova proposta pra o Festival de Inverno. Uma banda completa tocando Rock dos anos 50, 60 e 70 e o melhor do Blues Internacional e nacional. A banda tem como componentes, Boleka (guitarra, teclado, gaita ) Tiago(guitarra) Caio(Bateria), Léo(Baixo).

Plano de cargos da Educação: depois de muita luta foi aprovado na última segunda-feira o Estatuto e Plano de Cargos,Carreira e Remuneração do Magistério na Câmara Municipal.O salário base inicial após ampla discussão foi de R$632,22 para R$680,00.Parabéns aos professores pela união e a luta por uma melhor Educação não pode parar.

Asilo: O Lar do Idoso São José há anos vem desenvolvendo um extraordinário trabalho em prol dos nossos idosos. Recentemente contratou a Maria Elisabete Ricardo para administrar a entidade e ela com sua experiência vem juntamente com a diretoria realizando várias transformações em benefício da instituição.Nossos cumprimentos a Bete e a todos os diretores na pessoa do presidente Armando Pereira Lima pelos longos serviços prestados a comunidade bondespachense. E você também pode ajudar, não deixe de levar livros, donativos e o mais importante: a visita e atenção com uma conversa com os idosos numa tarde de sábado será uma grande contribuição.

Festival de Inverno II: nossa cidade estava necessitando de atividades culturais.Através da realização do Festival pudemos constatar a satisfação e a participação da população.Cumprimentamos aos organizadorese que no próximo ano possam repetir a dose, cada vez melhor.

Banco Central reduz a taxa de juros para 8,75% ao ano: o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reduziu em 0,5 ponto percentual a taxa básica de juros da economia, a Selic, que ficou em 8,75% ao ano. Neste ano, os juros básicos já foram reduzidos em 5 pontos percentuais. Isso significa juros mais baixos na hora de fazermos empréstimos ou financiamentos.

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta