O site do Jornal de Negócios está sem ser atualizado há 2 semanas. O programa de músicas da Rádio Veredas deixou de ter seu radialista mais alegre. Uma esposa, dois filhos e um lar não puderam receber naquela noite o pai querido e carinhoso. Os amigos se assustaram nessa tarde de sábado.

Conheci Laender por meio de outro amigo, Itagildo. Na época ele trabalha como designer na Ingradil e estava fazendo livros e artes para propagandas na cidade e fora daqui. Estivemos juntos em divertidas e controversas discussões. Sempre vi nele a vontade de aprender, mostrar para o mundo seu aprendizado e fazer diferença com um trabalho dedicado e sempre disposto a contribuir, a somar para o melhor.

Laender foi daquelas pessoas que todos se simpatizam ao conhecer. O largo sorriso de um canto a outro do rosto saía fácil e não permitia deixar as pessoas ao seu redor sem uma resposta com outro sorriso. Falando alto, firme, simples e com explicação para tudo, sabia cuidar de sua vida, do seu negócio e de sua família de uma forma que nos deixar de repente perguntamos: por quê?

As últimas duas vezes que estive presente com Laender foram na feirinha do Produtor Rural, onde encontramos o Mosquito e nesse dia brindamos a vida e logo depois no estacionamento do Supermercado Fidelis no São José, pela ocasião da campanha à Prefeitura do Fernando.

Mas toda semana virtualmente me encontrava com Laender, seja trocando e-mails para o envio dos textos da minha coluna aqui no Jornal de Negócios, seja para pedir apoio para alguma arte para eventos que estava participando ou apoiando na cidade, seja para trocar ideias sobre portais na web.

Tudou parou no tempo, ficarão as melhores lembranças.

Vai ficar a lembrança do amigo, do pai, do esposo, do filho, do cidadão bondespachense.

Amigo Laender, vá em paz, torne o Céu um lugar melhor, mais colorido e mais alegre para nos receber.

foto-2

Posts Relacionados

Deixe uma resposta