Um bom-despachense empreendedor e bom de mineração

Em comemoração à edição 1000, iniciaremos uma série de entrevistas e depoimentos focando bom-despachenses empreendedores, desta vez entrevistamos Valter Oliveira, bacharel em Administração de Empresas e em Ciências Contábeis; pós-graduado em Gestão de Empresas e Mestre em Administração de Empresas. Atualmente como diretor Administrativo e Suprimentos da Mineração Serras do Oeste – multinacional na área de mineração de metais preciosos. Casado, dois filhos, residente em Belo Horizonte e bom-despachense fervoroso.

JN) O seu trabalho é conduzir as tarefas de outros, como isso é feito para gerar resultado no cotidiano ?

Valter) O meu trabalho essencialmente consiste em fazer a gestão de sistemas cujo ponto alto se acha em poder liderar e orientar talentos humanos no exercício do nosso cotidiano. Na posição de diretor Administrativo e de Suprimentos de uma mineração de porte Médio, tenho a missão de trabalhar com pessoas para que possamos atingir o planejamento estratégico, concretizando através do resultado operacional. Os resultados são obtidos a partir do momento em que aprendemos a orientar os nossos talentos humanos que é preciso ser eficaz, não basta a eficiência, todas as vezes, também, que você efetivamente sabe utilizar-se do PDCA (planejar, executar, controlar, agir), garante bons resultados no dia-a-dia, médio e longo prazo.

JN) Quais são os negócios na região de BD que jovens empreendedores poderiam desbravar ?

Valter) Historicamente pontuamos as dificuldades que o jovem em BD tinha para construir seu futuro na cidade. Eu sou da geração de jovens que para edificar alguma coisa na vida precisava ir embora para a capital, deixando para trás pai, mães outros irmãos, toda uma vida desde a infância até adolescência, processo sofrido e marcante. Éramos fruto de um modelo desenvolvimentista elitista que beneficiava o crescimento centrado nas grandes cidades em detrimento as cidades do interior. Felizmente, o quadro tem modificado, o primeiro fator determinante foi a interiorização do ensino superior – faculdades isoladas e universidades públicas e privadas. Assim, com a possibilidade de educação aos jovens bom-despachenses e da micro região, podemos retornar ao sonho de se empreender na própria terra natal. Vejo várias oportunidades e desafios como por exemplo: agro business, construção civil, atender as demandas da capital, turismo rural, frigoríficos, educação e outros. Não posso, portanto, me furtar de dar meu depoimento do quanto a política partidária e o coronelismo prejudicaram o crescimento de BD, o coronelismo felizmente já se foi mas a retrógada política em prática no município, pelo visto vai longe….

JN) O que Bom Despacho precisa fazer para atrair bons investimentos ?

Valter) De imediato, melhorar sensivelmente o atendimento a saúde. Cada dia mais temos notícias da parca capacitação dos profissionais de saúde que atendem em BD. Constantemente temos notícias de conterrâneos dando entrada em hospitais da capital em estado grave depois de passarem dias em tratamentos inócuos nesta terra que tanto amamos.O bom-despachense precisa saber eleger seus dirigentes públicos, a nossa cidade não apresenta infra-estrutura para atrair investimentos e assim poder crescer. Penso, também, que a criação de cooperativas possa fomentar o desenvolvimento da cidade e região. Recomendo que o executivo promova discussão ampla e ao final elabore-se o plano de desenvolvimento sustentado de BD a ser executado nos próximos 10 anos.

JN) Bom Despacho era conhecida como cidade centro de serviços públicos, como você vê essa mudança?

Valter) Sinceramente continuo acreditando tratar-se de centro serviços público, sem fazer juízo de valor. Percebemos um fenômeno social interessante na cidade, justamente pela vocação em formar funcionários públicos, BD hoje tem uma expressiva participação na renda municipal dos proventos advindos das aposentadorias de seus filhos ilustres, que, doravante anos a fio trabalharam foram e agora retornam para sua terra natal em busca de melhor qualidade de vida – paz, tranqüilidade, segurança e clima saudável.

JN) O que é uma pessoa empreendedora no seu conceito ?

Valter) É a capacidade , ímpar, em alavancar negócios com sabedoria e eficácia. Figura incansável na busca dos seus objetivos. Às vezes perde ou deixa de ganhar, porém normalmente alcança sucesso. BD, acredito, precisa de jovens empreendedores que cobrem dos poderes institucionais maior desempenho e apoio.

JN) “Ah se eu soubesse 25 anos atrás…”

Valter) Que Bom Despacho iria alcançar o século vinte e um totalmente degredada ambientalmente teria trabalhado mais para evitar que suas matas e florestas fossem derrubadas para fazer carvão. Entristece-me ao ver as ruas de Bom Despacho sem nenhuma árvore, acho até que a cidade está mais quente. Vamos fazer uma grande campanha para vestir de verde nossa querida BD.

JN) Quais empresas em BD você vê com grandes chances de se despontarem ao longo dos anos ?

Valter) Desculpe-me, prefiro não comentar, primeiro por que estatisticamente não tenho informações das empresas instaladas na cidade. Arrisco em dizer que os produtores rurais saiam desta condição partindo para a tecnologia aplicada ao campo com retorno garantido e duradouro.

Rápidas e Rasteiras:

Aprenda Informática Gratuitamente: a ACIBOM/CDL abriu inscrições, maiores informações e outros cursos (pagos) com a Camila Paiva, telefone 3522-3683.

ELEIÇÕES 2008: “Alea jacta est”. A sorte está lançada para os candidatos à prefeitura e câmara, de um lado Vital e Paulo César (Pastor) e do outro Haroldo e Ronaldo. Para saber os candidatos a vereador acesse WWW.tse.gov.br.

Museu da Cidade precisa de nosso apoio: será segunda dia 7 a eleição da nova Diretoria. Precisamos cuidar da nossa história, informações com o empresário Júlio Benigno no telefone 3522-2553.

Curso de Férias na UNIPAC: cursos baratos, com professores altamente qualificados, é a oportunidade de se preparar para o mercado de trabalho e para avançar nos negócios, informações WWW.unipacbomdespacho.com.br.

Semana que vem: mais um empreendedor bom-despachense, acompanhe!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta