Todo mundo sabe a confusão na qual nos encontramos. A lambança provocada pelas delações da JBS vão repercutir pelo menos por mais 4 ou 6 meses. Nesta semana, a OAB protocolou pedido de impeachment do Presidente Temer. A efervescência dos protestos violentos em Brasília encontram o País em momento desfavorável. Para piorar, um repórter americano do National Review, além de nos chamar de “Banana Republic”, fez um alerta a Trump para não cair nos mesmos erros de Temer.

advogado bom-despachense Vinícius Gontijo com o protocolo do pedido de impeachment do Presidente, apresentado pela OAB (Foto: divulgação Facebook)

Lixo, lixo, lixo

Em terras da Senhora do Sol, moradores próximos ao bairro Belvedere não cansam de reclamar da falta de respeito e cidadania de pessoas que insistem em depositar lixo e mais lixo. Deixam o local imundo. Segundo eles são pessoas que moram em sítios e trazem o lixo até aquele local. Ainda precisamos aprender muito.

mal educados insistem em poluir nossa cidade (Foto: Sandra Lage, divulgação Facebook)

Banca de mudas

Mas ainda poderemos nos salvar. A ideia da venda de mudas em uma banca sem vendedor tem testado a todos. A honestidade é valor e algo inerente àqueles que são do bem. Na chegada da cidade todos se deparam com um grande teste de cidadania. A pergunta é: temos passado ou ficado em recuperação neste teste?

barraca de venda de mudas sem vendedor, onde o comprador escolhe o que quer e deixa o dinheiro (Foto: Ricardo Santos, divulgação Facebook)

Por hora, voltemos às orações e lembremos: “[…] Em tempos de turbulência, compreender e intensificar as forças e virtudes – entre elas coragem, perspectiva, integridade, igualdade, lealdade – podem ser mais urgentes do que em tempos tranquilos.” – Seligman.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta