Data: 23 de agosto de 2017

Local: Escola Chiquinha Soares, Bom Despacho/MG

O site do Jornal de Negócios (www.IBOM.com.br) realizou na Escola Chiquinha Soares, dia 23/8, em parceria com o colunista Ítalo Coutinho, o primeiro encontro do Diálogos IBOM. O objetivo do projeto é realizar palestras sobre temas variados para estudantes da cidade. Para palestrantes são convidados profissionais bom-despachenses que possam falar sobre sua experiência de vida com foco nos estudos e no trabalho. O trabalho é apoiado também pelo jornalista Wagner Luiz, do Click BD, e a empresa Saletto Engenharia.

A primeira palestra do projeto foi feita pelo engenheiro Ítalo Coutinho, colunista do Jornal. A cada mês, o Diálogos IBOM será realizado numa escola diferente na cidade. Diretores de escolas interessados devem entrar em contato com o Jornal de Negócios através do e-mail jornal@joneg.com.br.

Opiniões


“Achei uma palestra muito construtiva, deu para tirar muito aprendizado, inclusive o caminho para a felicidade e o sucesso. Essa palestra também me motivou a estudar cada vez mais para ter sucesso na vida.” (Sara)

“Achei muito interessante o Ítalo dizer que, independente de todo o dinheiro do mundo, das riquezas que você tem, sempre devemos estar felizes com o que temos e o que fazemos, e que não devemos escolher uma profissão por dinheiro e sim por amor.” (Hellen)

“Achei muito importante a palestra dele, principalmente quando falou da importância de darmos mais valor para a felicidade do que para a razão. Outra coisa que marcou muito foi quando ele falou que sucesso é quando chegamos em casa, deitamos sobre o travesseiro com a consciência limpa e o sentimento de dever comprido” (Sônia)

Professora Sônia

“A palestra teve extrema importância, principalmente junto aos alunos do terceiro ano. Ainda mais que o palestrante é um ex-aluno da escola.” (Paulo, professor de Geografia)

“O Ítalo propôs um ensaio dialógico para esta apresentação que teve o objetivo de provocar postura reflexiva e ao mesmo tempo tranquilizadora acerca da realidade e das expectativas de futuro pelas quais passam os jovens.
Os diversos assuntos abordados tiveram como pano de fundo as concepções de sucesso e felicidade, problemas do cotidiano e convivência em grupo de forma prática e aplicada. As oportunidades que tivemos ao estudar nas mesmas escolas que eles serve para motivá-los e mostrando-lhes as muitas possibilidades de escolhas pessoais e profissionais que os esperam.
Espero que palestras como esta se propaguem e promovam nos jovens os efeitos que esperávamos. Aos jovens, tomara que tenham percebido que poderão fazer o que quiserem de suas vidas. Espero ainda que a conversa tenha aliviado as tensões e pressões comuns desta fase da juventude, cheia de oportunidades e escolhas que serão decisivas para suas vidas.” (Rodrigo)

Rodrigo Couto e Silva

Todos reunidos para a foto final

Entrevista com o palestrante Italo Coutinho

Realizada pela equipe do ChquinhaNewz (http://chiquinhanewz.blogspot.com.br/)

Como era a escola na época que estudou?
”A escola tinha menos recursos, não era tão fácil, tudo era difícil de se conseguir, uma reforma, uma quadra, uma boa refeição. Lembro-me de que a gente tinha muito de compartilhar a refeição:
-Você traz o frango do sítio do seu avô, enquanto você [um outro] traz o arroz!
Uma vez na semana, a cantineira fazia uma comida especial, então tinha muitas coisas legais nesse aspecto, a gente era mais próximo, participava.
Mas hoje, a escola te dá mais condições em termos de estrutura, não mudou muita coisa, sempre tivemos uma quadra, mas hoje vocês têm uma quadra coberta. Lá em cima era uma sala velha, mas eles quebraram e construíram uma nova, tinha umas salas de lata que quase te matava de calor, hoje esta bem melhor.”

Comparando com antigamente, o que você acha que mudou nos estudos hoje?
”Hoje se eu quero saber de equações ou biologia, eu encontro muita coisa legal na internet, aulas até melhores do que a gente tem na escola, a possibilidade de encontrar material de aula na internet é fenomenal e ao mesmo tempo é um problema, pois tira sua atenção. Em termos de professores, nós sabemos que é um desafio ser um professor hoje em dia, vemos histórias muito ruins de professores sendo agredidos, em geral os alunos trazem seus problemas de casa para a sala de aula e acabam tumultuando, perdendo o respeito e não pode ser por aí.”

Sua melhor lembrança da época de escola:
”Minha melhor lembrança foi a quadrilha em festa junina, tenho fotos e lembranças. Como eu morava em frente a escola, era muito mais fácil interagir.”

Hoje com o que você trabalha, é o que você sonhava quando estava nos estudos ou é melhor do que você sonhava?
”Era o que eu sonhava quando estava nos estudos e [ao mesmo tempo] é muito melhor hoje o que eu faço do que eu imaginava. Na verdade, semprei gostei de tudo, ciências em geral. Uma coisa que eu tinha na minha cabeça era que eu queria ser cientista, mas eu não sabia o que era ser um cientista e hoje o que eu faça acaba sendo uma ciência porque eu tenho que aprender, sempre aparecem coisas novas na empresa, é um desafio todo dia”.

Uma dica para os jovens que querem cursar ensino superior:
”A primeira coisa é estudar, a única saída para melhorar nosso país é pelos estudos, se não tivermos educação, não vamos a lugar nenhum.
A segunda coisa é pesquisar, conversar com as pessoas que estão fazendo o curso para poder saber mais e preparar-se para fazê-lo. Feito isso, procure fazer estágios e se envolver”.

Italo Coutinho e alunos

Posts Relacionados

Deixe uma resposta