Inadimplência de cheques é menor em MG

Os calotes de cheques em MG fica abaixo da média nacional, índice de cheques devolvidos no Estado é de 1,74% contra 1,82% no país. Minas está entre os estados brasileiros que menos emitem cheques sem fundo. De janeiro a agosto de 2010, o volume de folhas devolvidas em Minas Gerais foi de 1,74%, percentual inferior à média nacional no mesmo período, de 1,82% – a mais baixa no país desde 2004. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos, divulgado segunda-feira (20) pela entidade.

O Estado ocupa a sexta colocação entre os que menos emitem cheques sem fundos, ficando atrás de São Paulo (1,38%); Rio de Janeiro (1,51%); Paraná (1,61%); Santa Catarina (1,63%); e Mato Grosso do Sul (1,70%). Já o Amapá é a unidade da federação que apresenta o maior índice de cheques devolvidos, chegando a 11,26%. Considerando-se apenas agosto deste ano, a inadimplência com cheques no Brasil também caiu, ficando em 1,62%. É a menor taxa desde fevereiro de 2005. Se comparado ao mesmo período de 2009, nos oito primeiros meses de 2010 houve queda de 9,3% no volume de cheques compensados, enquanto os devolvidos recuaram 26,5%.

Carlos Henrique de Almeida, assessor econômico da Serasa Experian, afirma que a redução da inadimplência não se deve à menor utilização do cheque. Segundo ele, fatores como a busca de outras modalidades de crediário com prazos mais longos por parte dos consumidores endividados ajudam a explicar o atual cenário. Usado mais intensamente em compras à vista e parceladas, via pré-datado, para prazos mais curtos, o cheque voltou a ser um bom meio de pagamento para os lojistas e consumidores, assinala Almeida. Ainda conforme o especialista, o recuo da inadimplência com cheques em Minas, bem como nos demais Estados do Sudeste e Sul, pode ser explicado, em parte, pela questão cultural.

Vejam as conclusões da matéria do Jornal Hoje em Dia de Belo Horizonte:

– Na Região Norte, por exemplo, os comerciantes não têm essa visão do cheque pré-datado como venda a prazo. Além disso, há uma questão estrutural, que é a dificuldade maior de transacionar com cheque.

A coordenadora do Departamento de Economia da Fecomércio-MG (Federação do Comércio do Estado de Minas Gerais), Silvânia Araújo, ressalta que o cheque pré-datado vem sendo, gradualmente, substituído pelo cartão de crédito.

Outro fator que ajuda a explicar o quadro é a estabilização da economia.

– O aumento do número de empregos com carteira assinada e a ampliação da renda, com recuperação da capacidade de pagamento por parte do consumidor, fazem com que o número de cheques devolvidos caia.

Ela acrescenta que a economia mineira tem crescido acima da média nacional, o que também influencia na queda da emissão de cheques sem fundos.

Para Silvânia Araújo, outro motivo que impacta diretamente a inadimplência é a preocupação do consumidor em manter sua capacidade de compra neste momento, em razão da proximidade com o Dia das Crianças e as festas de fim de ano.

– As pessoas querem ter crédito para fazer compras de Natal.

De acordo com o assessor econômico da Serasa Experian, a tendência é que o calote com cheques continue caindo gradualmente, no país. Ele alerta, porém, que pode haver algumas pressões contrárias, devido às promoções para o Dia das Crianças e o Natal.

Fonte: Fecomércio-MG, Jornal Hoje em Dia, Serasa Experian

Rápidas e Rasteiras:

Audiência Pública de Saúde: foi realizada na quarta dia 15/09 na Câmara Municipal mais uma audiência pública que apresentou a prestação de contas do que vem sendo realizado na área de saúde em nossa cidade. A participação da comunidade não foi como o esperado, mas de toda forma as audiências vêm sendo um instrumento muito importante para a melhoria da saúde. Prezado cidadão, participe, somente assim faremos sempre o melhor pela nossa cidade.

SSVP: o Conselho Central Sociedade São Vicente de Paulo terá novo presidente a partir do dia 10/10/2010 o confrade Márcio Gabriel Alves que susbstituirá o confrade Rafael Luís da Silva que exerceu o mandato com muito sucesso e dedicação.Ao Márcio nossos votos de pleno sucesso nestes quatro anos que terá pela frente.

Suspensas ações contra cobrança de assinatura básica de telefone: o ministro do STJ Mauro Campbell Marques ordenou a suspensão de todas as ações judiciais que contestam a cobrança e ainda não foram julgadas

Indústria mantém confiança na recuperação econômica do país: de acordo com pesquisa da CNI, o Índice de Confiança do Empresário Industrial ficou em 63,4 pontos, com leve queda em relação aos 64 pontos do mês anterior

Plano Diretor: os internautas participaram de mais uma discussão no Orkut, desta vez sobre o tema que interessa muita gente e que poucos conhecem – sobre o uso e ocupação do solo e planejamento urbano de Bom Despacho.

“Conheço a dificuldade que impede sua implantação. Numa reunião que fui à Câmara, compareceram e se colocaram à disposição para ajudar entidades técnicas representativas, como o CREA-MG. Mas as coisas não andaram conforme deveriam. E a cidade continua tendo cada dia mais prédios, trânsito sem ordem e bagunça em vários pontos. A quem agrada isso?” – Clênio

“Creio que a maior parte das pessoas não tem conhecimento desse plano, eu mesmo não o conhecia. Sendo a Lei Orgânica o instrumento maior de um município, ela oferece instrumentos legais capazes de enfrentar as grandes transformações que a cidade passa, o que vai proporcionar nova ordem ao desenvolvimento de todo o município. Porém, se não tiver vontade para colocar o plano em prática não adianta nada. Também é super importante o interesse e participação popular.” – Daninho.

Participe da nova comunidade de Bom Despacho: http://www.vai.la/Zw7

Twittando:

– Trapalhada no futebol: como criar um monstro? http://goo.gl/Qn5F

– Empregos engenharia: a Usiminas se prepara hoje para ser cada vez mais competitiva amanhã http://www.italonaweb.com.br/?p=506

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

Ítalo Coutinho é Professor e Coordenador do Curso de Gestão Estratégica de Projetos e Empreendimentos da UNIPAC, contatos para essa coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta