O que hoje em dia temos visto como Responsabilidade Social, nada mais do que a aplicação de um conjunto de Leis e regulamentos que visam garantir uma convivência harmoniosa entre empresas, sociedade e governos.

Vamos avaliar 3 cenários e o que eles apresentam de comum:

– Criança fere o pé em piscina com azulejos quebrados;

– 3 funcionários morrem com queda de castanheira dentro da estrada da Mineradora;

– Prédio de 4 andares desaba por falha de estruturas e mata uma moradora idosa.

Para as três situações apresentadas, reais e que foram alvo de notícias de jornal recentemente, são necessárias Leis para culpar quem falhou e evitar novas catástrofes? Para esquentar a discussão: nos 3 casos as empresas ou entidades e Governo foram insistentemente avisados e alertados pelos fatos, antes mesmo que as tragédias ocorressem.

A responsabilidade civil foi introduzida, no Brasil, por José de Aguiar Dias o qual asseverava que “toda manifestação humana traz em si o problema da responsabilidade”. A responsabilidade civil deriva da agressão a um interesse jurídico em virtude do descumprimento de uma norma jurídica pré-existente, contratual ou não. A lei busca reconstituir o ordenamento jurídico violado.

Dependendo da natureza jurídica da norma violada, pode ser de duas espécies: contratual (artigos 389 e 395 do Código Civil Brasileiro), com base no adimplemento da obrigação, e, extracontratual ou aquiliana, oriunda do descumprimento direto da lei (artigos 168 e 927 do Código Civil Brasileiro).

No caso de responsabilidade contratual a efetivação é processualmente mais facilitada posto que já existe um contrato vinculando as partes. Nesse caso, existe uma presunção de dano e de culpa. Na responsabilidade aquiliana a vítima deve provar o dano.

O princípio que rege a responsabilidade aquiliana é aquele segundo o qual a ninguém é facultado causar prejuízo a outrem, denominado princípio do neminem laedere, o qual encontra se epigrafado no artigo 186, do Código Civil Brasileiro, o qual trata sobre o ato ilícito, sendo o mesmo a principal fonte da responsabilidade civil.

O desespero para visar apenas a lucratividade tem causado cegueira branca nas pessoas: empresas , entidades e governos estão vendo e tomando ação para aquilo que lhes convém.

Pense nisso e bons projetos!

fonte: Site Conjur, matéria de 09/09/09

 

Painel

Sílvio “Panamá”: grande figura de nossa cidade entrou em contato conosco e nos informou que não será candidato a vereador nessas eleições.  “Silvio Panamá Viajante” com seu jeito gentil e agradável com todos comunica aos amigos e simpatizantes que está ainda se preparando para futuros pleitos.
IPTU: já estão chegando os boletos para o pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) com vencimento no ínicio de maio. Fiquemos atentos aos valores cobrados e qualquer dúvida procurar o setor competente da prefeitura.
Queiroz deu o ar da graça: o prefeito compareceu na última reunião da câmara para apresentar a prestação de contas e falar sobre as perpectivas do final de mandato. Foi indagado sobre Aterro Sanitário, Coleta de Lixo,Iluminação pública,Comemorações do Centenário,Terreno da Febem,Asfaltamento de Ruas dentre outros assuntos.Entretanto ele mesmo adimitiu estar desmotivado e muito desanimado na conclusão do mandato.
Fotos da Bom Despacho atual e antiga: o internauta Willian Araújo está fazendo um trabalho bacana no Facebook, ele está reunindo e divulgado fotos da nossa cidade por ocasião dos 100 anos de aniversário. Para quem quiser acompanhar o link é  http://www.facebook.com/willianazt.
Opinião do Especialista 
Nesta edição vou citar duas dicas que acho fundamentais:
A – Falando de você:sua Saúde e o Mercado de Trabalho – Qual é a ligação? É preciso cuidar de você primeiro, para estar bem consigo mesmo e, depois, agir como um profissional eficiente, colocando em prática tudo o que sabe e precisa. Portanto durma bem, comece o dia bem humorado, alimente-se, sorria, goste de você e do que faz, seja feliz e vá em frente. Ponha amor e dedicação em cada gesto no seu trabalho e com sua equipe.
B- Falando de sua empresa: Nos tempos modernos o seu colaborador não é apenas mais um funcionário e sim um profissional de fundamental importância na obtenção de resultados positivos. É preciso refletir sobre as competências deste novo profissional, levando-o a uma conscientização sobre suas reais capacidades como Gestores de Negócios. Este deve ser capaz de não somente captar clientes e exercer suas funções com sucesso mas estar consciente que muito mais do que “isto“ é necessário saber administrá-los, especialmente a partir do relacionamento, fidelizando-os, realizando e satisfazendo as suas necessidades de forma eficiente. Então é mais um motivo para capacitar e treinar sua equipe.
 Fale com o Especialista: Prof. Flávio Pereira da Silva (Candu) (37)9943-9922 / fcrcandu@oi.com.br

 

Indicadores Econômicos:

 Indicador  Valor R$  Fonte / Data de Referência
Batata Asterix Especial Atacado Sc 50Kg – a vista  37,50  Belo Horizonte/ MG – Agrolink (18/04/12)
 Frango 1Kg – a vista  1,90  Belo Horizonte/ MG – Agrolink (18/04/12)
 Laranja Baia Cx 40.8Kg – a vista  10,50  Limeira/ SP – Agrolink (18/04/12)
 Moeda 1 Peso Argentino  R$0,43  Banco Central do Brasil (18/04/12)

Variação do Preço do Algodão em Caroço 15 kg nos últimos 8 anos – Barreiras/BA – Agrolink 18/04/12 

Frase da semana: “Nós temos o Messi. Não interfiram na YPF” –  jornal cómico “El Jueves” afirma que “o Governo de Espanha tem uma resposta contundente para a crise”.


Faltam 48 dias para Bom Despacho comemorar 100 anos!

  • Mais informações sobre o Centenário em:http:www.senhoradosol.com.br
100 anos/ 100 soluções:

  • 91 – Aulas da história local recente para alunos de todas as classes;
  • 92 – Fortalecimento e institucionalização dos museus existentes e criação de outros, com vistas ao Turismo.

Mande sua sugestão de 100 soluções para a cidade para o contato desta coluna, sua participação é fundamental!

 

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta