Sacola plástica está com seus dias contados?

 

 

Você observou que a tampinha do refrigerante PET diminuiu de tamanho? O mesmo aconteceu com a estrutura da garrafa, está mais “mole”. Outros vasilhames de bebidas que usam o plástico tipo PET também sofreram o mesmo processo: menos material plástico, menos poluição, mais economia.

A bola da vez é a sacola plástica, aquela que usamos no supermercado, padaria, açougue, loja de conveniência e farmácias. Já foi acusada por muitos ambientalistas como uma grande vilã dos tempos modernos. Seu uso chega a casa dos bilhões por ano.

 

Belo Horizonte foi uma das primeiras capitais do país a adotar uma medida um tanto radical: banir de vez a danadinha, seu uso ficou proibido sob pena de multar o estabelecimento que insistir em cifras altíssimas.

 

Os supermercados estão vendendo sacolas retornáveis a preços entre R$ 2,99 e R$ 7,90 na cidade do Rio de Janeiro. Mas, o Jornal do Brasil (RJ)  apurou que, compradas do fabricante em grandes quantidades, a sacola sai até por R$ 1,60, como na Bag’s, de São Paulo. Em Belo Horizonte o Procon já foi acionado para saber se é legal o supermercado cobrar R$0,19 por cada sacolinha biodegradável.

 

Avaliando as inúmeras possibilidades de re-uso da sacola plástica em nossas casas, um estudo britânico sobre o impacto ambiental de diversos tipos de sacolas de supermercado mostrou que elas trazem menor impacto ao meio-ambiente que outros tipos de sacolas. O estudo verificou o ciclo de vida de sacolas de algodão, ecobags, sacos de papel e sacolas plásticas tradicionais e o resultado apontou que a proporção de matéria prima usada nas sacolinhas em comparação com as tantas possibilidade de reutilização que elas oferecem as fazem ser mais sustentáveis que os outros tipos de sacola.

 

O que podemos fazer? O que cada supermercado pode ajudar? Mande sugestões, participe!

 

Fonte: Simplast, AMIS, Jornal do Brasil e colaboração de amigos em BD.

 

Rápidas e Rasteiras:

 

Casas Populares: estão em ritmo acelerado a construção de 70 casas populares no Bairro Babilônia pela COHAB, em parceria com a Prefeitura dentro do programa Minha Casa Minha Vida. A construção civil em nosso município é grande empregadora e contribui significativamente para diminuir o déficit habitacional brasileiro.

Descanso Merecido: Sérgio Evangelista de Alvarenga (Serginho da Polícia Civil) depois de longo período de relevantes serviços prestados a Polícia Civil  se aposentou. Hoje curte com sua família em momentos de lazer no seu sítio situado no Condomínio da Prata. Serginho ainda atua na banca examinadora do DETRAN em nossa cidade.

 

Inauguração da sede da Corporação Musical Nossa Senhora do Bom Despacho: parabéns a todos que estiveram presente, foi uma festa muito bonita. Abaixo algumas fotos que tirei naquela agradável tarde de sábado de Aleluia.

 

Padre João e o Maestro Mário Domingos – só alegria, também pudera, realizou seu grande sonho

 

No detalhe o músico e sua partitura.

 

Três mosqueteiros do JORNAL DE NEGÓCIOS – Ítalo, Tadeu e Fernando. (segundo minha mãe estou engordando e ficando parecido com um panda).

Santíssima trindade pelo crescimento da cidade: vereadores Ricardinho, Jefinho e Fernando – vale lembrar que o prefeito nem por lá apareceu.

 

Alô da semana: vai para a comunidade do Bairro São José que fez uma bela encenação da Paixão de Cristo, parabéns também ao Rogers Araújo (ROGERSOM), demonstrando mais uma vez sua competência para prestação de serviços de palco, sonorização, iluminação e projeção.

 

Desconto de 20% no IPTU: até o fechamento deste artigo ninguém da Secretaria Municipal de Arrecadação disse algo. Mistério !?

 

Comunidade do São Vicente: também tive oportunidade de fotografar 2 instantes bonitos no bairro, veja as fotos:

Campeonato classista: jogo no campo do Cristalino – parabéns ao Fabiano que estava presente narrando a partida.

 

“olha a vela, pode ser branca ou amarela” – crianças vendendo vela para a procissão do enterro

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

 

Contatos para esta coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta