Certa vez ouvi que o maior desafio é vencer a nós mesmos. Confesso que quando ouvi a primeira vez não acreditei. Foi até ler o livro “Encontro Marcado” de Fernando Sabino. Na história o personagem principal se vê diante de situações onde ele precisa ser melhor do que si mesmo. Em uma das aventuras ele precisa já aos 2o e tantos anos bater o seu recorde de natação de quando tinha 19 anos. Vale a pena ler o livro e saber no que deu. Voltando à minha análise (faço terapia comigo mesmo toda semana ao escrever para o JORNAL DE NEGÓCIOS), fui percebendo que ser melhor é mais caro e mais desgastante, mas é muito mais recompensante.

Eu venço um desafio toda semana: parar as zilhões de coisas que faço (apaixonadamente) e voltar minha atenção para o texto da coluna. Não é tarefa fácil. Já pensei em parar várias vezes, dar chance a outros autores (existe muita gente que já me pediu para escrever aqui). Pois é, quando a energia vai lá embaixo, quando penso que não vou mais conseguir estar semanalmente com vocês, de repente, algo interessante acontece e muda tudo. “Você é o Ítalo do Jornal ?”, “Pensei que morava aqui, toda semana te vejo no Jornal”, “Gosto muito do que você escreve”, “Poderia reclamar para mim de uma praça abandonada no meu bairro?”. “Tadinho, ele virou jornalista, deve ganhar tão pouco”. Essas e outras frases, abraços e carinhos de amigos e leitores aparecem e me fazem repensar.

Mas é uma responsabilidade enorme! Posso criar opiniões divergentes, gerar polêmica. Criar confusão para mim e para os outros (lembram do caso dos taxistas na Praça?). Isso tudo me faz ficar vivo na cidade onde nasci e cresci. Uma cidade que quero muito bem, por isso me preocupo tanto em fazer um bom trabalho aqui.

Tenho uma visão parcial da vida, muito romântica e cheia de sentimentos. Isso me joga para o mundo. Já tive muitos medos. Terei outros. Mas nunca deixarei de compartilhar minhas experiências e realizações. O espaço semanal que tenho a grata satisfação de participar com vocês é uma das formas que uso para mostrar como enxergo tudo isso.

Recentemente, atrevidamente declarei a Embaixada de Bom Despacho na capital mineira. Meu cúmplice nessa empreitada é o Matheus Araújo. Acabamos tendo o apoio de outros: o Laender diagrama, o Alexandre editora, a gráfica imprime. Depois o Matheus toda santa semana vai aos Correios em Bom Despacho e despacha para que nossos conterrâneas em terras belorizontinas possam ter notícias impressas da terrinha.

Vamos em frente!

Pense nisso e bons Projetos.

Foto: o jornal chega toda semana na Padaria Diniz

Endereço da Padaria Diniz em Belo Horizonte/ MG (Consulado de Bom Despacho na Capital Mineira):

R. Conde de Linhares 540 - Cidade Jardim
CEP: 30380-030 Como chegar
Telefone: (31) 3296-2118
Embaixadores: Oscar e Pururuca

Painel

Bom de Língua: gostaria de tornar pública minha admiração, respeito e imensa alegria em saber que o aluno Leandro, do 5º ano, da professora Laurene Campos, Escola Municipal Flávio Cançado, é um finalista, em nível minicipal, da Olimpíada Brasileira da Língua Portuguesa. Tive o prazer de ler o texto, que é ímpar. Isso prova que os professores fazem um ótimo trabalho. E os frutos são consequência de um esforço fenomenal. Parabéns ao Leandro e a Professora Laurene, são gente que faz!

Aniversário: a escola Criança Feliz comemorou 30 anos de belos trabalhos em prol da Educação em nossa cidade. As festividades foram na última sexta, dia 05/10.

Boa estrutura de ensino: foi assim que depois de 18 anos encontrei o Colégio Tiradentes em nossa cidade. Tive uma oportunidade de fazer rápida visita na semana das eleições e pude constatar que muita coisa mudou: e para melhor. A escola conta com 2 quadras (1 coberta), muito mais salas de aula, o laboratório de Física e Química deixa muitos outros em universidades de boca aberta. Parabéns a direção do Tiradentes e aos esforços empenhados para manter um ambiente de ensino adequado e promovedor da boa educação que nossos jovens merecem (e precisam).

Semana Integrada dos cursos de Engenharias e Arquitetura e Urbanismo acontecerá de 23 a 25 de outubro de 2012: os cursos de Arquitetura e Urbanismo; Engenharia de Telecomunicações; Engenharia Ambiental e Sanitária e Engenharia Civil são os cursos participantes desta semana integrada que acontece de 23 a 25 de outubro de 2012, na Faculdade. Os alunos dos cursos envolvidos deverão realizar sua inscrição através do Portal Educacional.

Opinião do Especialista: vem mais uma mudança, desta vez sai o Professor Eduardo Melo, a quem agradecemos pela dedicação nos últimos 3 meses, entra em cena no seu lugar o Militar Wendell Silva, formada em Sistemas de Informação e e que estará conosco nos próximos meses. Sejam bem-vindo Wendell, sua opinião será muito importante!

Sai: Eduardo Melo, professor e coordenador de cursos na UNIPAC Bom Despacho

Entra: Wendell Silva, profissional antenado com as novas tecnologias

Opinião do Especialista
Anatel homologa iPhone 5 e aparelho não terá 4G no Brasil(texto adaptado de Rodrigo Ghedin): um dos poucos últimos detalhes que faltavam para o iPhone 5 ser lançado no Brasil foi resolvido: o novo smartphone da Apple já consta no SGCH, sistema da Anatel, como homologado.O sistema informa que o iPhone 5 está homologado desde o dia 2 de outubro. Constam, na documentação, o certificado de conformidade, certificado de homologação, selos da Anatel, manual do aparelho e fotos externas — como essas da imagem acima.O Tecnoblog (portal de tecnologia) encontrou uma informação curiosa: como solicitante, no certificado de homologação, aparece a fábrica de Jundiaí abaixo de “Outras unidades fabris”. Esse mesmo documento informa que o iPhone 5 nacional não dará suporte à nossa rede 4G, já que não há menção às frequências na tabela que descreve as suportadas pelo aparelho. 
Fale com o Especialista: Wendell Silva

Eleição feita com valores: foi assim que Fernando Cabral se tornou prefeito da cidade de Bom Despacho. A movimentação dos jovens nos meios eletrônicos, a empolgação dos mais velhos na semana anterior ao pleito eleitoral. Foram métodos novos e antigos que fizeram a chapa de Cabral a escolha principal de mais de 8 mil eleitores eleitos em nossa cidade. A mesma estratégia foi adotada por Obama nas eleições americanas de 2008. Mas de nada adiantava toda a estratégia de marketing se não tivesse sustentação. Isso Fernando demonstrou com honradez na sua campanha: não fez conchavos, não polui a cidade, não usou carro de som berrando na cidade. Fez tudo diferente, até os outros copiaram seu programa de governo (foi o primeiro a publicar na Internet). Uma nova cidade está por vir, mas como falou meu pai, Roberto Coutinho, “o prefeito eleito não precisa fazer muita coisa, basta ser honesto com a coisa pública, seus valores e consigo mesmo”.

Semana que vem: vou contar uma do Sérgio Cabral, nosso vice-prefeito, vamos ver se até ele se lembra de quando nos falamos na época que ele tinha um antigo Ford Fiesta (daqueles fabricados na Argentina).

Posts Relacionados

Deixe uma resposta