Projetos industriais são caracterizados por um aumento de complexidade dos projetos, diferente do tamanho e da intensidade de envolvimentos internacionais. Além disso, é difícil encontrar os objetivos e desafios para atender o prazo, custos, qualidade e rentabilidade. Os contratos são em sua essência ferramentas para alocação de tarefas, responsabilidades e riscos. Isso é um princípio de contratação que parte de quem controla risco. Como sempre mais que isso é necessário. Um contratado irá frequentemente carregar um risco que ele poderá controlar ou não, mas terá um preço. Compartilhar riscos é a melhor solução?

Leia mais no artigo a seguir:

– Download do artigo completo: 3R_Schramm_Nov09

Posts Relacionados

Deixe uma resposta