(Estrangeiros sempre serão bem-vindos)

Imagem: © Google Maps

 

Essa é a localização da cidade do jovem Umon Nakamura (18 anos, natural do Japão), intercambista do Rotary Club em nossa Bom Despacho. Ele ficará conosco por um ano, nesse período vai aprender nosso idioma, um pouco da nossa cultura, nossos costumes, as travessuras dos nossos adolescentes, sobre nosso País e região. Duas ou três famílias o receberá, dando-lhe abrigo, atenção, respeito e muito da nossa hospitaleira razão de viver.

Há anos o Rotary faz esse importante papel de trazer jovens de várias partes do mundo. Esse convívio é uma forte troca de experiências e conhecimentos. Todos ganham. O jovem que deixa seu país de origem e aprende no mínimo um novo idioma, a família que o recebe ganha muito com isso trazendo oportunidade de uma nova cultura para todos na casa. O trabalho inverso também é realizado, temos enviado 1 vez por ano jovens de Bom Despacho para vários lugares do mundo, principalmente aqueles que falam o idioma inglês.

 

As oportunidades são duradouras: os jovens que passam por aqui por anos a seguir continuam se correspondendo com as famílias e amigos com os quais teve contato. Até mesmo voltam para pequenas temporadas. Já aconteceu também da família brasileira depois ir visitar o jovem no seu país de origem.

 

Nossa cidade não tem grandes atrativos como Rio de Janeiro, mas nossa hospitalidade gera respeito e atenção para os que vêm de fora. Somos conhecidos no mundo inteiro. Nossos jovens aprendem muito com aqueles que nos visitam e convivem conosco por 1 ano. A simbiose e troca de experiências é bem-vinda. Por isso, as casa de serviços como Rotary e Lions são muito sábias em fomentar esse tipo de atividade. Quem sabe nos tornamos embaixada do mundo?

 

Pense nisso e bons projetos!

 

 

 

Umon com seus pais brasileiros, Magá e DJ Rogers – Foto: Bocarra.

 

Rápidas e Rasteiras:

 

 

Faltam 286 dias para Bom Despacho comemorar 100 anos!

 

Mais informações sobre o Centenário em:

http:www.senhoradosol.com.br

 

100 anos/ 100 soluções: 

23 – Central de Intercâmbio: para receber e enviar intercambistas, trabalho conjunto com a Comunidade e Casas de Serviços;

 

24 – Monumento na chegada da cidade para chamar a atenção para a forte presença da Agropecuária em BD.

 

Mande sua sugestão de 100 soluções para a cidade para o contato desta coluna, sua participação é fundamental!

 

 

Os salgados da Paré: quem ainda não experimentou os salgados da Paré precisa experimentar. Salgadeira de primeira. Sua loja fica em frente à escola Coronel Robertinho. Paré é mulher simples guerreira, já enfrentou muitas dificuldades na vida, mas não desiste nunca. É serviçal na escola Miguel Gontijo, mãe dedicada e  quitandeira no Arraial. Pessoas simples e conhecidas fazem seus pedidos. Você já conhece?

 

Dengue: não podemos nos descuidar, precisamos sempre estar atentos na questão da limpeza para evitarmos esse mal que somente nessa época dá um tempo. Ainda notamos em nossa cidade alguns descuidados: deixam as caixas d’água destampadas, lotes sujos, muito lixo espalhado no quintal. Fiquemos alertas.

 

Praça Mall: já destacamos nesta coluna a importância desse investimento para nosso município. Agora estão à procura de parceiros para movimentar aquele espaço com atividades sociais, culturais e de prestação de serviços. Quem precisar do espaço para tais eventos procure no local a sua diretoria, na pessoa do Ademilton Silva.

 

Prevenção de acidentes: o Erivelton da Circullare (coletivos urbanos) inicia com sua equipe a SIPAT, Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho. Para quem lida com o trânsito, sabe que qualquer falha é arriscada para a vida das pessoas. Caso você tenha alguma sugestão envie para ele na sede da empresa no Bairro São José.

 

Colaboração do Leitor: Receitinha para o capitalismo superar a crise: 1) conquistando novos mercados para pilhar (se bem que já não há); 2) explorando ainda mais sua força de trabalho (o que já está bem próximo do limite, de modo que não vai ajudar muito); 3) promover ampla destruição de forças produtivas (3ª Guerra – taí um ótimo negócio!). Contribuição do Lúcio Emílio do Espírito Santo Jr, Sociólogo e Professor.

 

Alô da semana: meus amigos do peito Waguinho e Jacksandro, completaram juntos mais de 70 anos de frutífera colheita na seara da vida. Parabéns e muitas felicidades!

 

Este e outros artigos você encontra no blog HTTP://www.www.italonaweb.com.br

 

Contatos para esta coluna pelo e-mail engenharia@saletto.com.br.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta